É liberada contratação de Chefe de Gabinete conforme havia anunciado
Vereadores cobram presidente da Câmara por falta de números sobre orçamento do legislativo
Publicado em 11/01/2013

Política

Foto: -

Parera autorizou contratação dos primeiros assessores ontem

Um dos pontos abordados pelos vereadores no encontro da Comissão Representativa de ontem na Câmara foi a exoneração e não contratação de servidores, conforme decisão da Mesa Diretora tomada dia 2 de janeiro. Esquerda (PTB) foi o primeiro a se pronunciar, destacando que fica difícil trabalhar sem os assessores. Na mesma linha o vereador Bocão Bogado (PTB) disse que a atuação fica mais complicada para os novatos na casa, que sem experiência precisam de colaboradores. O também petebista Carlinhos do Papelão afirmou que além da falta de assessores e de informações a respeito do orçamento da Câmara para aplicação na folha de pagamento, os gabinetes estão com problemas.  A manifestação mais contundente foi de Antenor Teixeira (PP). Na primeira manifestação após voltar ao Legislativo, Antenor criticou a falta de telefone e de internet em alguns gabinetes. Lembrou que no encontro para anunciar a exoneração ou não contratação de assessores as bancadas do PP e do PTB decidiram que só iriam se manifestar após receber as informações sobre a receita da Câmara. E reiterou o pedido na tribuna, acusando a Presidência de não ter repassado as informações. Sobre onde os recursos do Legislativo serão aplicados em 2013 de forma desmembrada, indicando valores reais referentes aos custos e gastos da casa. "Estou aguardando os números até agora", disparou o progressista.  Parera, entretanto, diz que os números oficiais da Prefeitura só devem ser conhecidos no dia 21. Até lá existe apenas uma estimativa. Embora no dia da reunião a bancada de oposição tenha solicitado os números que a Presidência tinha conhecimento, ele ressalta que os dados são os mesmos disponibilizados no Portal da Transparência da Câmara. "Basta os vereadores acessarem a internet, os números da despesa com pessoal referente ao ano passado estão lá", justifica.  Pelo menos um problema começa a ser resolvido. Desde ontem os 17 vereadores estão autorizados pela Mesa Diretora a contratar um chefe de gabinete. A equipe completa, incluindo assessores parlamentares e de imprensa, ainda deve levar mais algum tempo. Que pode chegar apenas em abril. 

Deixe sua opinião