No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Outra decisão mantém o prefeito afastado
Tribunal de Justiça permite que Divaldo Lara retorne ao cargo
Publicado em 12/12/2019

Política

Foto: Divulgação/FS

Advogado alegou que não há motivos para o prefeito estar afastado

Reportagem publicada ontem, na  Zero Hora on-line, informa decisão do Tribunal de Justiça do Estado que concede permissão ao prefeito Divaldo Lara (PTB) retornar ao comando da prefeitura. Ele está afastado do cargo desde o dia 25 de setembro. Porém, o petebista não pode reassumir a função de forma imediata porque tem outra decisão contra ele determinando o afastamento. Essa tramita na 2ª Vara Cível de Bagé.
A defesa do prefeito já ingressou com pedido de reconsideração e o recurso está no Tribunal de Justiça, em prazo para apresentação de contrarrazões pelo Ministério Público.

De acordo com a reportagem assinada pelo jornalista Fábio Schaffner, ontem, a defesa de Divaldo obteve êxito nas duas ações penais que tramitam contra ele na 4ª Câmara Criminal do TJ. O desembargador Júlio César Finger reconsiderou a decisão e cassou a própria medida cautelar imposta ao prefeito em setembro. Agora, a única restrição mantida por Finger é a proibição de Divaldo manter contato com os demais 12 denunciados.
Em entrevista para ZH, o advogado de Divaldo, José Henrique Salim Schmidt, afirmou não há mais razão para o prefeito estar afastado do cargo para o qual foi eleito em eleição legítima.

Deixe sua opinião