Social - quinta-feira 17-10-19
Publicado em 17/10/2019

Social

Foto: -

Tenor Flávio Leite, elenco de “Noite Lírica”, duas óperas do século 18, Theatro São Pedro, POA

AS EXPOSIÇÕES de cartões-postais nunca estiveram em tantos locais pelo Brasil afora como atualmente. Esta é, sem dúvida, a melhor forma de divulgar a cartofilia para o grande público. Há um movimento nacional, desde 2002, com o objetivo de incentivar estas exposições em vários países e, assim, mostrar às novas gerações o potencial iconográfico desses minúsculos "retângulos de papel", que juntos constituem narrativas preciosas.

PARA ilustrar melhor este meu comentário, 92 postais foram, recentemente, expostos no Espaço Cultural do Correio de Porto Velho, Rondônia, sob o tema "Brasil Regional e seu Turismo".  Também, o Clube Filatélico de Alagoas, por sua vez, realizou a exposição: “Portos e Navios”, na Agência Central do Correio de Maceió, com participação de vários colecionadores de todo o país. Ou ainda, em Juiz de Fora (MG), realizou-se “4º Encontro Nacional de Colecionadores de Cartões-Postais”. EM São Paulo e Curitiba há megaencontros desses colecionadores.

TODAS estas exposições denotam claramente a expansão da cartofilia e a crescente utilização do cartão-postal como material iconográfico de alto valor histórico, principalmente o postal do início do século 20. É senso comum entre colecionadores que eles devem realizar exposições nas cidades onde moram.  Pode ser num centro cultural, numa galeria de arte, agência do correio, shopping center ou até mesmo no saguão de uma agência bancária ou escola, são locais excelentes para abrigarem exposições de postais. Divulgando seus acervos, os colecionadores podem conseguir doações para suas respectivas coleções, além de mostrar ao público que a cartofilia não é simplesmente o ajuntamento de cartolinas estampando belas fotos de locais turísticos. Em uma coleção de postais há história, geografia, urbanismo, arquitetura, modo de vida, costumes, meios de transporte e, mais importante que isso, muito valioso material de pesquisa.

POIS bem, no próximo dia 28, às 19h, a galeria de arte Edmundo Rodrigues vai inaugurar exposição de cartões-postais – uma média de 700 – pertencentes ao colecionador, professor (Ms) Moacir Camargos, disciplina espanhol, curso de Letras, Unipampa. Ele faz parte de um clube internacional cujos integrantes trocam postais e devem promover (divulgar) a prática da cartofilia no lugar onde moram. Aplausos!  

JANTAR, sexta-feira (4), no Núcleo de Criadores de Hereford, contou com presenças bem conhecidas: Pedro Obino Neto e Juliana, Vórgia Obino, Leonardo Corrêa e Maira, Ricardo Bedin e Naira, Galvão Caminha Neto e Aléxia Gomes, Edson Bidone e Ana Laura, Teresinha Caminha Leal, Vera Lúcia Caminha, Marcos Saralegue e Liziane, Lézia Almeida, Aldo Tavares dos Santos e Lídia, Ricardo Alves e Márcia Lence, Mário Luís Bidone e Sandra Mara, Tiago Martins e Luciana Silveira, cel. Perez e Liziane, Cláudio Martins e Caia, Luís Alberto Yvanoff e Márcia, José Tavares e Ecyla, Paulo Osório e Rejane, Jorge Eduardo Marques e Margareth, mais...mais...  

MÉDICO Ricardo Karam Kalil foi escolhido patrono da 38ª Semana Médica de Bagé, esta semana, no salão nobre da Prefeitura de Bagé. A palestra de abertura, ontem, foi com o doutor Arnoldo Junqueira Neto, de Minas Gerais, que falou sobre as implicações dos agrotóxicos na saúde humana. Aplausos!

PROFESSOR, coreógrafo e dançarino, o pernambucano Robson Mesquita voltou a Bagé, depois de sete anos, para ministrar workshop de dança de salão no Studio Allegro, da Emilene Louzada Kluwe. A ideia é a de que Robson retorne para dançar mais seguido na Allegro. Aplausos!

VIAGEM, Magda Zílio passeia outra vez pela Itália... MÊS que vem, Adriana Rocha e Zeca Botelho vão a Londres... NA “happy hour”, sábado, no apartamento de Ana Luísa Brasil, o entusiasmo da Elsa Maria Loureiro de Souza devia-se a decisão da neta Bárbara de vir da Itália residir no Brasil, mais especificamente morar no Rio de Janeiro, meus queridos!

ESTILO RETRÔ, nos moldes anos 80, festa organizada pela Simone Lima Kluwe, sábado (19),  às 21h, no Cantegril Clube. O trio Clave vai se apresentar e o DJ Fabrício Leal é quem seleciona os clássicos que embalaram as pistas de danças naqueles anos 80. Esta programação tem caráter solidário, ou seja, beneficia a Liga de Combate ao Câncer.  O ingresso custa R$ 50 com direito a mesa e coquetel. Aplausos!

INTERESSANTE este projeto apresentado pelo empresário Carlos Costabeber ao prefeito Manoel Machado de instalação de escola de tecnologia com ensino de programação para estudantes da rede pública com idades entre 6 e 12 anos. O empresário Costabeber (leia-se concessionária Ford Superauto – Bagé e Santa Maria) mostra-se assim um cidadão consciente de sua responsabilidade social bem como a de suas empresas. Aplausos!

 

Deixe sua opinião