No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Cidade Cenográfica de Santa Fé
Sobrado dos Amarais será substituído por construção definitiva
Publicado em 22/08/2019

Geral

Foto: Arquivo/FS

Estrutura erguida em 2011 dará lugar à edificação permanente

As estruturas da Cidade Cenográfica de Santa Fé, construídas em 2011 para as filmagens da minissérie e filme baseados na obra de Érico Veríssimo, "O Tempo e o Vento", serão substituídas por edificações permanentes. É que o primeiro dos prédios a ser totalmente reformulado, o sobrado dos Amarais, será colocado abaixo para dar lugar a uma estrutura definitiva, com investimento avaliado em R$ 250 mil, oriundos de emenda parlamentar do deputado Afonso Hamm (PP).

Isso porque, hoje, nove anos depois, ainda estão no Parque do Gaúcho as mesmas estruturas com duração prevista de seis meses, porém a ação do tempo não permite que boa parte dos prédios possam ser visitados. De acordo com a secretária de Turismo e Cultura, Anacarla Oliveira, o projeto assinado pelo arquiteto Ramiro Kalil está sob análise da Caixa Econômica Federal. “Infelizmente, o montante não é suficiente para contemplar toda estrutura, móveis e utensílios; contudo, é um começo. O projeto é uma reconstrução visual fiel ao prédio que foi erguido em 2011”, disse.

Enquanto o município aguarda a aprovação da Caixa, a "Câmara de Vereadores" da cidade cenográfica já foi substituída por estrutura permanente e algumas das casas de barro também receberam reforços estruturais. “É um ponto turístico que se consolidou ao recuperar a literatura e história do Rio Grande do Sul. Parte da estrutura já está sendo desmontada para que seja substituída. Com o tempo e apoio da Associação dos Amigos da Cidade Cenográfica de Santa Fé, além de outras entidades, nossa proposta é substituir todas as estruturas temporárias e aparelhar o espaço para que seja um grande museu a céu aberto para Bagé e região da Campanha”, ressaltou. A perspectiva da gestão é que as intervenções possam ter início até o fim de 2019.

Deixe sua opinião