No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Romaria de Nossa Senhora Conquistadora
Santuário da Conquistadora necessita de doações
Publicado em 25/09/2019

Geral

Foto: Arquivo/FS

Almoço é um das principais fonte de receita do evento

Uma das principais fontes de receita do Santuário Nossa Senhora Conquistadora é o almoço vendido no dia da romaria. Todos os anos, a direção do templo religioso conta com voluntários que fazem doações para o preparo do galeto, churrasco, saladas e arroz, por exemplo.

Desta vez a organização precisa de doação para pagar os mais de 1,5 mil quilos de carne, entre bovina e de frango, que serão servidos no dia da festa. A 45ª Romaria de Nossa Senhora Conquistadora acontece no próximo domingo. O maior evento religioso da Diocese de Bagé reúne fiéis da região, Pelotas, Rio Grande e do Uruguai.

A diretora executiva do santuário, Marilene Cantareli, informa que faltam recursos para a compra de carne que é encomendada de um frigorífico. Marilene conta que desde que assumiu a direção do santuário, há 21 anos, o almoço é feito por meio de doações. No dia da romaria, são esperadas mais de 500 pessoas para o almoço, com um buffet livre de churrasco, arroz e saladas verdes no custo de R$ 30, além de risoto com salada, galeto e sobremesas. “A comida é feita por voluntários”, acrescenta.  

Quem quiser doar pode entrar em contato com o santuário, que fica localizado na rua Amélia Rezende, 175 – bairro Castro Alves. Além disso, durante a romaria, haverá uma caixa para doações dentro do santuário e outra que vai passar entre as pessoas durante a procissão.

Deixe sua opinião