No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Ronaldo Hoesel vai retornar para Câmara de vereadores
Publicado em 18/11/2019

Política

Foto: Divulgação/FS

Petebista foi eleito vereador, mas assumiu a Seinfra desde o início do governo

Desde que o atual governo municipal assumiu a prefeitura de Bagé, Ronaldo Hoesel, que foi eleito vereador com 926 votos, assumiu a Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra). Filiado ao PTB e, com ampla trajetória na política, agora ele deixará a pasta para assumir sua cadeira na Câmara de Vereadores. Com o retorno de Hoesel, quem deixa a Câmara de Vereadores é o radialista Geraldo Saliba, do PTB.
O anúncio da saída de Hoesel do Executivo deve ocorrer  na reunião do prefeito Manoel Machado com o secretariado.
A Seinfra é uma das secretarias mais nevrálgicas do governo. Ela atende todo o perímetro urbano da cidade, com um leque enorme de serviços prestados desde a pavimentação de ruas, iluminação até a limpeza. É imprescíndível dizer que o Hoesel mesmo diante das carências materiais da pasta e, com falta de recursos, fez um trabalho que merece reconhecimento. Foi um secretário que sempre esteve no front acompanhando as equipes nas ruas.
Hoesel trabalhou por muitos anos como assessor parlamentar do deputado e atual presidente da Assembleia Legislativa, Luís Augusto Lara. Só deixou essa função quando concorreu a vereador em 2016 quando foi eleito.
Dança das cadeiras
Desde que Manoel Machado assumiu como prefeito, essa é a terceira pasta que troca de titular. A primeira foi a secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDI), que tinha no comando o economista, Bayard Paschoa Pereira. O MDB pediu a saída dele do partido e reivindicou a vaga. Quem assumiu foi o ex-vereador da legenda, Alencar Dal Molin.
Outra troca foi na secretaria de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa, que passou a ser comandada por Cristian Becker, do PSDB. E, por último, o presidente municipal do MDB, Eduardo Deibler, que decidiu deixar a Secretaria de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos. Essa pasta que é estratégica na prefeitura, foi criada no início desse governo. Na semana passada, o colunista do jornal Folha do Sul, Gladimir Aguzzi, informou que quem deve assumir essa pasta é  José Antônio Marques da Silva, conhecido como Coronel Marques. Ele é filiado ao mesmo partido do prefeito, o PSL.


 

Deixe sua opinião