Retorno da chuva traz expectativa para diminuição de prejuízos causados pela estiagem
Publicado em 03/06/2020

Geral

Foto: João A. M. Filho

Última precipitação com volume considerável foi entre 21 e 23 de maio

A primeira semana de junho iniciou com baixas temperaturas e tempo seco, mas, a partir de amanhã, um ciclone extratropical trará chuva e vento forte para todo o Rio Grande do Sul. Conforme a Somar Meteorologia, o acumulado irá oscilar entre 30 milímetros e 50 milímetros na Metade Sul do Estado. A partir da noite de quinta-feira, um ciclone extratropical causa chuva e ventos fortes (45km/h) em toda a região. O acumulado alcança cerca de 55 milímetros entre a sexta-feira e o sábado, com os dois dias sendo chuvosos. Isso representará cerca de 40% da média para todo o mês de junho em apenas dois dias. A tendência é de chuva mais frequente a partir daí com novas precipitações por volta de 9 e 14 de junho. A temperatura mais baixa é esperada entre 11 e 12 de junho, com menos de 5°C na região da Campanha.

Expectativa em Aceguá

Para Aceguá, um dos municípios que enfrenta a falta de chuvas, a expectativa é de 45 milímetros de acumulado na sexta-feira e no sábado. O prefeito Gerhard Martens, do PSDB, espera que as chuvas sejam tão benéficas quanto às registradas entre 22 e 24 de maio. “Na Colônia Nova, foram 78 milímetros. Até juntou alguma água nos açudes e sangas. As pastagens já estão reagindo. Em breve, teremos azevém e aveia para os nossos animais. Todo mundo grato a Deus e cheios de esperança”, completou Martens.

Deixe sua opinião