Quatro sorrisos entre as notícias
Publicado em 23/04/2020

Editorial

Assim como todos os segmentos, o jornalismo também sofreu impactos em razão da pandemia do coronavírus e teve que mudar muito o jeito de produzir conteúdo. Uma coisa que seguidamente se discute na redação é que não gostaríamos de incluir na pauta notícias negativas. Entretanto, isso é impossível, porque estaríamos faltando com a verdade e maquiando a realidade. Desde que essa doença começou em uma cidade do gigante asiático e chegou de forma galopante a Bagé, o jornal Folha do Sul tem abordado todas as facetas desse vírus que não olha a quem, condição social e nem lugar para atacar. Nos últimos dias, a equipe tem pensado formas de incluir na agenda notícias positivas em meio essa avalanche, porém, sem virar as costas para o que está acontecendo e que tem que ser divulgado. Em meio a esse tormento, surgiu uma maré que vai na contramão do vírus, que são ações de solidariedade que vêm se multiplicando cada vez mais – como foi abordado neste espaço na edição de ontem. O jornalismo, que trata com assuntos tão áridos no cotidiano, tem o seu momento de verdes pântanos, o que torna mais leve o ofício de quem vive da informação. Um exemplo é o que soubemos ontem, que depois da reportagem publicada sobre a padaria que está doando pães a quem precisa, foram várias as doações direcionadas para esse pequeno estabelecimento. O gesto de quem teve a sensibilidade em se somar a essa frente só amplia a capacidade de essa padaria alcançar mais gente que necessita de um pão novinho, como disse a proprietária à reportagem. Assim como Sandra Ramos, que veio morar em Bagé há quatro anos, que também se soma no combate ao coronavírus confeccionando máscaras como uma forma de fazer alguma coisa pela cidade que a acolheu. Ao ler essa reportagem, uma assinante entrou em contato com o jornal para dizer – “Fui a Bagé e peguei o jornal, que bela matéria"!. E, na edição de hoje, um alento e o sorriso do quarteto fantástico, que representa a esperança e um futuro melhor para a humanidade. Trata-se dos quadrigêmeos que foram personagens de reportagens no Folha do Sul. A primeira na edição dia 14 de dezembro de 2019. O jornalista João A.M Filho descreveu os pequenos como o quarteto fantástico. No dia 27, os quadrigêmeos completam 6 meses de vida. Agora, o objetivo da reportagem foi saber como está a rotina dessa turminha que começa a engatinhar e interagir com o mundo, bem como os cuidados dos pais, que agora mais do que nunca se desdobram para proporcionar segurança ao quarteto em meio à pandemia do coronavírus.

 

Deixe sua opinião