No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Estudo de circulação viral da febre aftosa
Propriedades de regiões de fronteira do Estado passam por fiscalização
Publicado em 09/10/2019

Rural

Foto: Arte: Folha do Sul

Dez equipes de campo formada por fiscais estaduais agropecuários e técnicos agrícolas estarão visitando 97 propriedades rurais de 21 municípios de regiões de fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina e o Uruguai. Essa ação irá até o dia 25 de outubro e tem como objetivo coletar 4,7 mil amostras de sangue para exame sorológico de bovinos com idade de seis a 24 meses, além de fazer o exame clínico dos animais, para elaboração de estudo de circulação viral da febre aftosa no Estado. Nesta primeira etapa, participam 30 fiscais estaduais agropecuários. Da região da Campanha, Aceguá e Bagé receberam as visitas na última semana do mês de setembro. As amostras coletadas serão analisadas pelo Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA), antigo Lanagro, em Porto Alegre. Até o final do ano, o Ministério da Agricultura deverá concluir relatório com os dados de todos os estados para encaminhar à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O levantamento nacional tem como missão revalidar o status do país de livre da aftosa com vacinação junto à entidade internacional.

 

Deixe sua opinião