Programa de Subvenção Rural apresenta aumento no ano de 2019
Publicado em 04/02/2020

Rural

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou, ontem, números do Programa de Subvenção do Seguro Rural (PSR) no ano passado. Conforme o ministério, o percentual foi 18% superior em comparação à execução de 2018, o significou a aplicação de todo o orçamento do programa: R$ 440 milhões. Dos 58 mil produtores rurais beneficiados em 2019, cerca de 24% contrataram seguro rural pela primeira vez com ajuda do programa, proporcionando área segurada de 6,9 milhões de hectares, um aumento de aproximadamente 50% em relação ao ano anterior. A importância segurada total foi de R$ 20 bilhões, o maior valor nominal desde o início do programa em 2005.
O diretor do Departamento de Gestão de Riscos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Pedro Loyola, ressalta que o percentual elevado de produtores que contrataram o seguro pela primeira vez com apoio do governo federal demonstra que a política de incentivo está funcionando. Ou seja, a cada ano novos produtores estão aderindo ao seguro rural como uma ferramenta de mitigação de riscos da sua atividade.

Indicadores
Um dos indicadores utilizados para medir a eficiência do programa é definido pelo quociente entre a importância segurada e a subvenção federal. Em 2019, a cada R$ 1 investido em subvenção resultou, em média, em importância segurada de R$ 45,76. As culturas que pleitearam maior aporte de recursos da subvenção foram a soja, com 47,7% (R$ 209,9 milhões); milho 2ª safra (20,7% ou R$ 91,2 milhões); trigo (7,1% ou R$ 31,5 milhões); maçã (5,6% ou R$ 24,8 milhões) e uva (5% ou R$ 22,4 milhões).

Deixe sua opinião