Prognóstico climático aponta que chuvas no inverno não devem recuperar reservatórios do Estado
Publicado em 06/06/2020

Rural

Foto: Divulgação/FS

Falta de chuvas afetou interior da região neste primeiro semestre

A Somar Meteorologia divulgou, nesta semana, o prognóstico climático para o inverno no Rio Grande do Sul. Conforme a divulgação, o oceano Pacífico começou a entrar em um período de temperaturas frias, o que poderá resultar ou não em um fenômeno La Niña. Ou seja, independente da formação ou não de um La Niña, o fato é que a atmosfera sentirá a queda da temperatura do maior oceano do globo e trará um padrão climático próximo a este fenômeno.

Temperaturas

Apesar de um início de mês com temperaturas baixas, as ondas de frio já não chegam com a mesma frequência no decorrer de junho e, por isso, esperam-se temperaturas acima da média. Em julho, as ondas de frio se intensificam. Em agosto, apesar de frentes frias chuvosas mais fracas, as ondas de frio avançam, gerando geadas mais amplas. Por fim, na primavera há maior chance de temperatura acima da média no Rio Grande do Sul.

Chuvas

Para junho e julho, as frentes frias mais frequentes e ativas mantêm a chuva acima da média sobre boa parte do Estado. Trata-se de uma situação que a precipitação chega, mas ainda não ajuda no aumento do nível de reservatórios ao longo da estação. A tendência é de chuva cada vez mais fraca à medida que se avança no tempo, o que seria natural, já que a temperatura do Pacífico declina cada vez mais até agosto. Neste mês, as simulações mais otimistas indicam chuva acima da média apenas no sul e leste do Rio Grande do Sul. Ou seja, somente nas áreas mais próximas da costa.

Na maior parte do interior gaúcho, a chuva fica dentro da média e o norte terá um agosto com precipitação inferior à média. Na primavera, entre setembro e novembro, a simulação probabilística da Universidade de Colúmbia (IRI) indica maior chance de chuva inferior à média. Mas, isto não garante chuva bem distribuída nos três meses. A tendência é de que a precipitação aconteça em áreas diferentes da Região Sul neste período.

Deixe sua opinião