No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Prefeitura destaca avanços em Acordo de Cooperação Técnica com a União
Publicado em 22/02/2020

Geral

Foto: Paulo Batista/ Especial FS

Ações para inspeção industrial e sanitária em produtos de origem animal

Na manhã de ontem, o prefeito Divaldo Lara, acompanhado do secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Paschoa Pereira, e a secretária de Economia, Finanças e Recursos Humanos, Jocimara Gomes, estiveram reunidos com a diretoria do Grupo Marfrig, em Bagé. A pauta do encontro foi o avanço no processo de liberação do Acordo de Cooperação Técnica (ACT).
O termo, construído entre o município e a União, através do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa, tem o objetivo de realizar de forma conjunta ações na inspeção industrial e sanitária em produtos de origem animal, que é o primeiro passo para viabilizar a exportação para os Estados Unidos. O gerente administrativo, Pedro Costa, comenta que este avanço possibilita que a empresa e outras possam se instalar na cidade para se beneficiar com o ACT. “Desenvolvemos uma comunicação de sucesso com o Governo Municipal que prontamente percebeu a necessidade e deu início ao processo para avançar os trâmites do ACT. Estamos na luta há muito tempo para que o município seja beneficiado através da exportação e, agora, estamos tendo êxito nesta demanda”, conta Costa.
O prefeito ressaltou que, periodicamente, acompanha o andamento do processo e que foi informado que, até o final do mês de março, o documento deve estar pronto para ser assinado junto aos órgãos competentes. “Temos uma relação econômica e social e estamos na linha certa, trabalhando sério junto aos empresários e investidores do nosso município. Aguardamos apenas receber este documento e, assim, afinar este processo que ampliará expressivamente o mercado para comercialização nacional e internacional” explica.
Para Pereira, o avanço do processo beneficia a comunidade local por meio da geração de empregos de forma direta e indireta. “A finalização deste processo possibilita a ampliação dos serviços de distribuição de mercadorias através da exportação e gera um crescimento econômico do município através do recolhimento de impostos que são revertidos em serviços à comunidade”, destaca.

 

Deixe sua opinião