Prefeito mantém decreto e descarta volta à normalidade nós próximos dias
Publicado em 30/03/2020

Geral

Foto: Divulgação/Prefeitura de Bagé

Encontro com representantes de diversos setores definiu manutenção do decreto

Em coletiva de imprensa concedida via WhatsApp na tarde de ontem, o prefeito Divaldo Lara garantiu a manutenção dos decretos que preveem a suspensão de diversas atividades no município em função da pandemia de coronavírus. A decisão foi tomada durante uma reunião que aconteceu na manhã de ontem, para estudar a atual situação da cidade e definir o que será feito a partir de então. "Nós vamos manter as mesmas exigências do decreto até o cumprimento dos 14 dias de isolamento como recomenda a Organização Mundial da Saúde", garantiu.
Ao ser questionado sobre uma abertura gradual do comércio, o gestor afirmou que isso só será feito em acordo com as estratégias sanitárias do município. "A atividade econômica deve, neste momento, obedecer às estratégias das instituições sanitárias para que possamos garantir a segurança de todos aqueles que precisam consumir, vender, trabalhar e se manter, mas acima de tudo, precisam manter a vida", enfatizou. No dia de ontem, circulou em grupos de WhatsApp um áudio afirmando que o comércio reabriria na quinta-feira. Sobre o assunto, o prefeito informou que o prazo de 14 dias será cumprido. Segundo Divaldo, a partir de quarta-feira, o comitê de crise deve começar a avaliar de que forma as atividades poderão ser retomadas e a partir de quando.

Situação das escolas
O prefeito foi enfático ao declarar que "não há previsão da retomada de atividades normais em hipótese nenhuma". As férias escolares previstas para a metade do ano foram canceladas. A Secretaria Municipal de Educação e Formação Profissional (Smed) trabalha na montagem de novas estratégias para a recuperação do ano letivo.


Cestas básicas
Sobre as acusações de que parte da doação de 300 cestas básicas feita por uma rede de supermercados teria sido desviada, o prefeito fez alguns esclarecimentos. Ele afirmou que quem faz o cadastro das famílias necessitadas e a distribuição dos materiais é a Secretária Municipal de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso (Smasi), por isso parte da doação foi encaminhada para a secretaria, que fez o encaminhamento às famílias junto com a Defesa Civil.

Testes rápidos
A prefeitura adquiriu kits de testes rápidos para a detecção do coronavírus. A previsão é que eles cheguem à cidade no dia 10 de abril, já que há escassez do material em função da alta procura neste período. O trabalho deve ser desenvolvido em uma parceria com a Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), que enviarão um grupo de epidemiologiastas para a cidade. "Logos após, com esses resultados, vamos saber a real situação", explicou o secretário de Saúde, Mário Mena Kalil, que também participou da coletiva para prestar esclarecimentos mais técnicos sobre o assunto.

Números atualizados
Durante o contato com a imprensa, o governo municipal atualizou a situação dos números referentes à doença na cidade. Até o final da tarde de ontem, Bagé permanecia com o mesmo total de casos positivos: nove. Outros 25 exames deram negativo, oito foram descartados por não preencher os requisitos necessários e um teve resultado inconclusivo. Estes números são referentes a um total de 75 coletas. O restante deve ter os resultados divulgados ao longo dos próximos dias, assim que Laboratório Central (Lacen-RS) enviar os laudos. 
Em uma avaliação a respeito da evolução do quadro da doença na cidade após 10 dias do primeiro caso, o secretário de Saúde afirmou que os números estão dentro do esperado.

Números do Covid-19 em Bagé

25 negativos
Nove positivos 
Oito descartados 
Um inconclusivo 
75 coletas

Deixe sua opinião