Polícia Civil: para servir e proteger
Publicado em 07/01/2020

Opinião

Foto: Divulgação/FS

 

Chefe da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul

O ano de 2019 iniciou com muitos desafios, mas repleto de oportunidades para fazer a diferença no âmbito da segurança pública. Durante nosso planejamento, o principal debate foi como fazer diferente em uma instituição histórica e reconhecida pela qualidade de seu trabalho? Concluímos que a medida mais importante a ser tomada seria promover uma gestão agregadora, que investisse na sequência das boas práticas construídas ao longo dos anos, fortalecendo a investigação criminal e melhorando o atendimento ao cidadão.

Dessa forma, estruturamos a gestão em três pilares: investigação criminal qualificada; inteligência policial e atendimento humanizado ao público. Estimulamos a realização de prisões de lideranças de organizações criminosas e a descapitalização desses grupos e fomentamos a utilização da análise criminal como instrumento para a investigação dos delitos. E, ainda, no que tange ao terceiro eixo, houve reformas em delegacias de polícia, a criação de espaços para atendimento acolhedor a mulheres vítimas de violências em plantões policiais, além da ampliação da possibilidade de registros de ocorrências pela internet.

Avançamos no trabalho policial: em 11 meses, contabilizamos 12 734 prisões; 804 operações policiais; 14 388 mandados de busca e apreensão cumpridos; 3 818 armas apreendidas, além de 213 mil inquéritos policiais encaminhados ao Poder Judiciário, com um alto índice de elucidação. Destacamos, ainda, que a taxa de elucidação de latrocínios é de 84,61% e a de homicídios, de 76%.

Nossos maiores diferenciais têm sido trabalhar incessantemente para qualificar o atendimento ao público e estimular que os órgãos policiais atuem de forma integrada e articulada com as demais instituições do Sistema de Justiça Criminal. Estes esforços de integração entre as forças de segurança contribuíram para a redução de 26% de homicídios e 34% de roubos de veículos no Estado.

A Polícia Civil Gaúcha é uma instituição de referência no Brasil e isso é resultado do esforço e comprometimento de todos os policiais civis, que diária e ininterruptamente se dedicam para servir e proteger a nossa sociedade.

 

Deixe sua opinião