No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Parlamentares repudiam discurso de inspiração nazista
Publicado em 18/01/2020

Política

Foto: Reprodução/FS

Goebbels foi ministro de propaganda de Hitler

Parlamentares pediram, na sexta-feira, o afastamento do secretário nacional de Cultura, Roberto Alvim. Em um vídeo divulgado para anunciar o Prêmio Nacional das Artes, Alvim usou trechos semelhantes a um discurso do ministro de propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels. De acordo com a Agência Senado, a reação de senadores e deputados foi publicada em redes sociais.
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), classificou o pronunciamento do secretário como “acintoso, descabido e infeliz”. Para ele, o vídeo “de assombrosa inspiração nazista” é “inadmissível”.  O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou que Roberto Alvim “passou de todos os limites”. “É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo”.
Até um aliado do presidente da República criticou o vídeo de Rodrigo Alvim. Em mensagem dirigida a Jair Bolsonaro, o senador Major Olímpio (PSL-SP) classificou a declaração do secretário como “propaganda nazista”. “A inteligência é limitada, a ignorância não! Demite já o Alvim”.
O presidente Jair Bolsonaro comunicou, na sexta-feira, o desligamento do secretário Especial da Cultura, Roberto Alvim, do cargo:  "Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência", diz a nota enviada pela Secretaria de Comunicação da Presidência de República.

Deixe sua opinião