No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

O que podemos esperar da final da Libertadores
Publicado em 21/11/2019

Esportes

No próximo sábado acontece a primeira final com jogo único da copa Libertadores da América. O título mais cobiçado do continente começa a ser disputado a partir das 17h, no Peru. Flamengo e River Plate devem fazer a partida mais esperada do ano, porém, antes mesmo de começar o jogo, o confronto entrou para a história.

As semifinais foram de tirar o fôlego. De um lado, talvez o maior clássico da América do Sul, River Plate x Boca Juniors. Para a surpresa da maioria, o River conseguiu segurar o Boca, mesmo perdendo um dos jogos; de outro, o placar mais surpreendente da competição: no acumulado, o Flamengo marcou seis vezes contra o Grêmio, que balançou as redes apenas uma vez.

Só esses resultados já garantiriam a expectativa nas alturas para essa final. Mas não podemos esquecer os fatores extracampo que envolvem a partida. O primeiro deles foi a troca do local do jogo. Inicialmente marcado para ocorrer em Santiago, no Chile, o confronto teve que ser transferido devido à crise instalada no país. Assim, a final será no Monumental de Lima, no Peru. Outra troca ocorreu com o árbitro responsável pelo VAR. Diego Haro foi afastado da função após ter concedido uma entrevista a uma rádio argentina elogiando os times finalistas. Esse tipo de manifestação pública contraria o regulamento de árbitros da Conmebol.

Entretanto, falando sobre o jogo, só o fato de ser uma final em partida única no final de semana já faz com que o confronto entre para a história. Esse formato será aplicado pela primeira vez após a vergonhosa confusão ocorrida na final do ano passado, entre Boca x River. A segunda partida entre os dois clubes teve que ser disputada na Espanha para evitar confusões. Após esse episódio e a demora da Conmebol em tomar uma atitude, a entidade decidiu implantar o formato jogo único em campo neutro. Ainda me causa um pouco de estranheza essa fórmula, mas não sou contra. Apenas lamento os motivos que levaram a essa decisão. O fato é que esta final já é histórica antes mesmo da bola rolar. Temos dois times em grandes momentos, além do peso das camisas. Sobre o futebol, acredito que o Flamengo tenha mais qualidade, contudo, sabemos o quanto um time argentino pode crescer e incomodar, principalmente em uma decisão. Que as duas equipes façam um grande espetáculo e sem brigas, dessa vez.

 

Deixe sua opinião