Multimix inova em decoração
Publicado em 03/06/2013

Vitrine Empresarial

Foto: Stela Vasconcellos/EspecialFS

Neca comemora 18 anos inovação

Presentes ideais para datas festivas - como o Dia dos Namorados - e eventos especiais - como casamentos - são os clássicos da Multimix. O diferencial está na variedade de produtos da loja, que completou 18 anos, investindo em novas linhas de decoração.
A empresária Neca Capiotti explica que o segredo da conquista do mercado está na inovação: “Estou sempre buscando novidades, em viagens e até nos momentos de lazer, para sempre ter a oferta de novos produtos”. Além dos presentes, objetos namorados pelos consumidores, pelas vitrines. São produtos que o cliente compra, porque trazem bem-estar ao seu próprio lar.
“Toda a família é beneficiada. Um exemplo é a estufa 3D, que simula uma lareira acesa”, observa Neca. É possível ligar somente o visual ou também o aquecimento. Entre dezenas de objetos de decoração, as contemporâneas estatuetas de animais, incluindo elefantes, corujas, cachorros e girafas, são muito procuradas. Os relógios de parede de diversos tamanhos, também atraem compradores apaixonados.
Linha jovem
Uma ampla linha de abajures coloridos, para quartos de crianças e jovens, ganha destaque entre as ofertas. Um abajur clássico da linha contemporânea sai R$ 71,90. Há ainda painéis de parede e quadros com luz de led.
Presentes
Atendendo listas de presentes para casamentos, 15 anos e outras datas, a Multimix reserva sempre opções para gostos e orçamentos diferentes. Nas datas comerciais, sugestões não faltam: almofadas massageadoras; case para tablete, notebook e smartfone; almofadas em formato de bombom, com mensagens; canecas personalizadas; caixas porta esmaltes e maquiagens e canecas personalizadas.
Boas ofertas
A loja oferece copos de cerveja Polar por R$ 5,50 a unidade; canecas a partir de R$ 6; necessaires a partir de R$ 12 e echarpes a partir de R$ 26,10.
Onde
Avenida Sete de Setembro, 911
Fone: 3241.1091

-x-x-x-x
 Sacola plástica volta à pauta
Nesta quarta-feira, Dia Internacional do Meio Ambiente, a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), o Ministério Público do RS e a Fecomércio/RS voltam a unir forças para ampliar o debate sobre a utilização e a distribuição das sacolas de plástico. O 3º Fórum das Sacolas Plásticas - Uma Alternativa: A Redução - vai reunir especialistas, autoridades, consumidores, varejistas e industriais. Eles vão discutir, em Porto Alegre, sobre o que pode ser feito em busca de alternativas economicamente viáveis e aplicáveis, que contribuam para a preservação ambiental.
Segundo o presidente da Agas, Antônio Cesa Longo, a decisão de não eliminar abruptamente as sacolas do comércio foi construída a partir de debates, seminários, pesquisas e reuniões promovidos pelas entidades realizadoras nos últimos dois anos.O presidente da Fecomério-RS, Zildo De Marchi, diz que a educação dos consumidores passa pela conscientização de todo o comércio gaúcho. "A intenção é criar uma consciência coletiva, mostrando que a classe empresarial está alinhada à questão sustentável e preocupada com o meio ambiente", observa.
Consumo de sacolinhas caiu 19% em seis meses - O balanço parcial da campanha Sacola bem utilizada ajuda o meio ambiente atingiu as expectativas das entidades proponentes: em seis meses, entre julho e dezembro de 2012, os supermercados gaúchos distribuíram 153,6 milhões de sacolas a menos que no mesmo período do ano anterior, ou 19,59% de diminuição. A redução ocorreu mesmo com um aumento de 7,3% na presença de clientes nas lojas.

Deixe sua opinião