Motoristas com sinais de embriaguez são detidos pela BM
Publicado em 24/12/2012

Segurança

Eram quase 10h deste domingo, quando a Brigada Militar foi chamada para atender um acidente que ocorreu na rua Silvio da Silva Tavares. Segundo o boletim policial, Diosefe Saraiva Viviam, de 26 anos, bateu um Uno, de placas IAS-6437, contra uma ponte, localizada próximo ao 3ºBlog. Conforme a ocorrência, ele estaria com sinais de embriaguez e teria se negado a fazer o teste do bafômetro. Após a abordagem, foi constatado que o condutor não tinha carteira nacional de habilitação.

Sono ao volante
Uma denúncia anônima levou a BM até a Tupy Silveira, pois um motorista que aparentaria sinais de embriaguez estava conduzindo um Uno, com placas IMW-7503. Quando chegaram ao local, os policiais teriam encontrado o condutor, identificado como Roberto Lopes Dantas, de 32 anos, dormindo sobre a direção com o carro ligado. De acordo com a ocorrência policial, ele se negou a fazer o teste do bafômetro.

Importância do bafômetro
Já na noite de sábado, o motorista de um Gol, de placas ISO-2578, foi flagrado pela Polícia Rodoviária Estadual dirigindo com sinais de embriaguez pela RSC-473, no km 133, no bairro Tarumã. De acordo com a ocorrência, na ocasião, o condutor Itamar José Machado Stoll, de 57 anos, fez o teste do bafômetro e os resultados foram de 0,68 mg/l para prova e 0,61mg/l na contra-prova, números acima do permitido pela lei. Em função disso, o motorista recebeu voz de prisão e foi solto após pagar fiança de mil reais.

O perigo da imprudência
Outro chamado levou a BM a atender um acidente de trânsito por volta das 18h de sábado, na rua Álvaro Laranjeira, no bairro Menino Deus. Conforme o boletim policial, Luís Carlos Santos Soares, de 50 anos, teve o carro Gol, de placas IES-2099, batido na parte traseira por um Vectra, com placas JUZ-8170, que seria conduzido por Ivo César Soares Cougo, de 41 anos. A vítima contou aos policiais que Ivo estaria fazendo derrapagens e quase teria atropelado algumas crianças que estavam no local. Com base na ocorrência, Ivo apresentaria visíveis sinais de embriaguez e teria se recusado a fazer o teste com o bafômetro.

Deixe sua opinião