No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Morre um dos mais antigos pilotos de Bagé
Publicado em 05/12/2019

Geral

Foto: Divulgação/FS

Aviador ficou notabilizado no país pelos seus feitos nos ares

Aos 92 anos, morreu, ontem, o comandante de avião e contador José Antônio Almeida Fuchs. Ele fez história na aviação em Bagé e no país, onde ficou notabilizado pelos seus feitos nos ares. 
O piloto ficou conhecido por realizar um voo a bordo de um Nord Norécrin, em Bagé. Ele falou sobre sua trajetória e a vida dedicada à aviação numa entrevista ao apresentador Paulo Ferreira, na TV Câmara.
O Norécrin da família Fuchs foi o único exemplar restaurado no país e faz parte do acervo do museu “Asas de um Sonho”, fundado pelos irmãos João e Rolim Amaro, da TAM, em São Carlos, no interior paulista. 
Fuchs foi diretor do Aeroclube de Bagé por muitos anos; na década de 80, foi presidente do Rotary Clube de Bagé.
O filho dele, coronel-aviador, Daniel Flores Fuchs, ganhou manchetes de muitos jornais ao construir a única réplica de sucesso do 14-Bis – nenhuma outra reproduziu o voo integralmente. O feito aconteceu em 1991, durante as comemorações dos 50 anos do Ministério da Aeronáutica; à época, ele estava major da Força Aérea Brasileira (FAB). O comandante Fuchs (Airbus A320 da TAM) sempre enfatiza que a sua réplica é a prova material da eficiência de Santos Dumont. 
José Antônio Fuchs, que comemorou 92 anos, no dia 2 de dezembro, recebeu a Medalha Mérito Santos Dumont. O sepultamento aconteceu, ontem, às 20h.

Deixe sua opinião