"Não dependo de cargos e nem de amarras que nós historicamente lutamos para derrubar"
Magda Flores deixa Secretaria em misto de mágoa e sensação de dever cumprido
Publicado em 20/12/2012

Política

Foto: Liliane Ferrarelli

Prefeito falou, saiu e Magda anunciou saída da SMDET

Durante a reunião do Fórum do Plano de Desenvolvimento Econômico de Bagé, a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Magda Flores, revelou que está deixando a pasta. Embora o assunto fosse tratado nos bastidores, ninguém havia tornado público o tema. Certo é que a manifestação de Magda repercute nos meios políticos locais a poucas horas da expectativa do anúncio do secretariado do prefeito Dudu Colombo para a segunda gestão. Aliás, ao referir-se ao chefe do Executivo, a então secretária destacou que como o prefeito não havia feito, ela decidiu responder às especulações da imprensa local, assumindo que se despedia da pasta durante a reunião do PDE. A secretária agradeceu a todas as representações presentes e que também auxiliaram na construção do Plano de Desenvolvimento Econômico de Bagé e enfatizou a especial colaboração dos integrantes da secretaria que deixara. Afirmou, com ênfase, que não era unanimidade, mas que a experiência frente à pasta foi de grande importância para a sua vida pessoal e pública e referendou seus mais de 30 anos de participação política, no qual a cidade de Bagé tem destaque em sua história. "Foi muito amor derramado sobre mim em Bagé", ressaltou. "Muitas vezes a luta endurece a gente, mas meu posicionamento sempre foi de manter o diálogo e de grande respeito ao servidor público", enfatizou a secretária.

Descontentamento
Sem deixar de lado o aspecto político, Magda defendeu a necessidade de que cada pessoa lute contra todas as formas de autoritarismo, e que foi sua a prerrogativa de anunciar a sua saída da secretaria. "Não dependo de cargos e nem de amarras que nós historicamente lutamos para derrubar", afirmou.  Questionada sobre o que fará a partir de agora, Magda disse que ainda não pensou nisso. Destacou que esperava ficar à frente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo. "Eu só fui informada na terça-feira passada que não continuaria", registrou. 
Após o pronunciamento, Magda não conteve as lágrimas. Bastante emocionada, acabou abraçada por colegas e representantes de entidades ligadas ao PDE que estavam presentes no salão nobre da Prefeitura. Magda sai com a sensação de dever cumprido. Não só isso: pela quantidade de pessoas ligadas a ela presentes ao ato de ontem, na reunião do Fórum do PDE, a posição da secretária é fortalecida. Causa uma dor de cabeça ao prefeito Dudu Colombo em plena fase de montagem da equipe para a segunda administração. Mas ninguém pode contestar o estilo de Magda Flores. A mesma postura apresentada no início da sua gestão ela deixa quando encerra o período à frente da SMDET. Sem precisar criticar diretamente ninguém, mas deixando clara a posição de conduta política que segue - e que, mesmo sem criticar abertamente, discorda em relação ao segundo mandado de Dudu.
Ao melhor estilo Magda Flores.
Enquanto Magda realizava sua manifestação o prefeito Dudu Colombo estava em seu Gabinete, na Prefeitura, conversando com o deputado e secretário estadual de Trabalho e Desenvolvimento Social, Luís Augusto Lara. Ou seja: o chefe do Executivo não ouviu a manifestação da secretária. Dudu compunha a mesa dos trabalhos junto a Magda momentos antes e fizera sua manifestação. O que, para muitos, pareceu estranho, já que o PDE é uma das "meninas dos olhos" do Executivo. Embora as agendas de Dudu e Lara possam ter permitido o encontro apenas na manhã de ontem, a sensação para muitos presentes foi de que a saída teria sido proposital.

Deixe sua opinião