Internautas concordam com decisão de prefeituras em cancelar atividades do carnaval
Publicado em 12/02/2013

Editorial

Alguns dias antes das comemorações do carnaval, os prefeitos dos municípios de Bagé e Lavras do Sul – responsáveis por reunirem a grande maioria da comunidade regional em suas festividades – decretaram o cancelamento das atividades carnavalescas custeadas pelo poder público. Em Bagé, a alegação foi o momento de luto em função da tragédia de Santa Maria. Em Lavras, aliado a esta questão, a prefeitura apontou não ter condições para garantir a segurança de todos.
Em virtude disso, o Jornal FOLHA do SUL perguntou se a tragédia de Santa Maria influenciou os municípios de Bagé e Lavras do Sul, que decidiram suspender suas festas de carnaval. Você concorda com os cancelamentos? No total, 203 internautas integraram a enquete.

Resultado

SIM. Além do luto perante a maior tragédia do Estado, há muitos locais de eventos sem condições de segurança ou garantia de que a folia de Momo não vai se transformar em tristeza contou com 153 votos ou 75,4% da preferência.

NÃO. Porque o cancelamento de uma festa programada anualmente causa muito prejuízo às comunidades que buscam aumentar renda. Cancelamento só com a certeza de que não há estrutura que garanta segurança contabilizou 50 votos ou 24,6%.

Deixe sua opinião