No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Lara assume comando do Estado
Governador interino vai focar em demandas da Metade Sul
Publicado em 18/01/2020

Política

Foto: Divulgação/FS

Parlamentar fica no Palácio Piratini até terça-feira

Neste domingo, às 18h30min, o presidente da Assembleia Legislativa, Luís Augusto Lara (PTB), assume o governo do Estado de forma interina. A solenidade da transmissão do cargo acontece às 18h30min, no salão Negrinho do Pastoreio, no Palácio Piratini.
O bageense vai ficar à frente do governo do Rio Grande do Sul até terça-feira, em razão de compromissos fora do Estado, do governador e do vice, Eduardo Leite e Ranolfo Vieira Junior.
Ao jornal Folha do Sul, Lara adiantou quais serão as prioridades nesses dias em que ele estiver no Palácio Piratini. O parlamentar informou que a partir de domingo vai tratar de pautas que são de interesse da Metade Sul do Estado. Uma delas diz respeito ao equilíbrio fiscal da região. Lara defende um equilíbrio fiscal adequado e mais justo, com linhas de crédito em determinados setores que podem alavancar a economia e trazer desenvolvimento para a Metade Sul.
A outra pauta é referente à lei de incentivos às santas casas. A ideia é que empresas que queiram investir parte do ICMS devido ao Estado, o faça aos hospitais, assim como ocorre com as leis de incentivos à Cultura, Esporte e Segurança. “Vamos colocar esse tema em marcha nesse período”, disse o petebista.
A desburocratização e a facilitação da Lei da Solidariedade também entram na pauta. O objetivo é diminuir a contrapartida de empresas que queiram  ajudar as entidades sociais. A meta é diminuir a contrapartida que é de 25% para facilitar a captação de recursos. “Equilíbrio fiscal, incentivos fiscais, linhas de crédito para a Metade Sul e uma lei de incentivo à saúde devem ser os principais temas que iremos nos debruçar”, falou o parlamentar.
Além disso, o governador interino vai realizar reuniões com deputados, prefeitos e vereadores.

Deixe sua opinião