No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Festival de Cervejas Artesanais da Campanha atrai milhares de visitantes
Publicado em 16/09/2019

Geral

Foto: Arquivo/FS

Atrações para todos os gostos marcaram programação

A quinta edição do Festival de Cervejas Artesanais da Campanha reuniu milhares de visitantes no largo do Centro Administrativo, onde 15 fabricantes de cerveja artesanais de Bagé, Pelotas, Rio Grande, Porto Alegre, Feliz, Santana do Livramento e Santa Maria apresentaram diversas variedades da bebida ao público.

A expectativa da Associação dos Cervejeiros Artesanais da Fronteira (Acerf), é que cerca de 10 mil litros de chopp e cerveja seriam comercializados no evento que aconteceu neste sábado e domingo em Bagé, que também contou com 12 pontos de alimentação, além de loja de discos e cabine de tatuagem. No local, o público pôde apreciar os sabores de mais de 20 variedades da bebida, que incluía Lager, Ale, IPA, APA, Pilsen, Stout, Witbier, Helles, e muitas outras.

Para Rafael Vieira, presidente da Acerf, o sucesso do evento está diretamente ligado à adesão da comunidade, que abraçou o caráter beneficente da programação. “Nesta edição, o valor da venda dos canecos será repassado à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Bagé (Apae), que recentemente sofreu dois furtos e sensibilizou a população. Nossa proposta sempre foi de agregar a promoção das cervejas artesanais junto a ações de solidariedade, o que agradou ao público. Por isso a galera abraçou a causa”, destacou. Na edição ocorrida em setembro de 2018, cerca de 16 mil visitantes da região compareceram. Desta vez, Vieira destacou a expectativa de superar o recorde: “No domingo, que é o principal dia do festival, teremos a chegada dos ciclistas do Desafio Lavras do Sul/Bagé, além do show da banda Mano a Mano, de Melo, Uruguai, além da disputa do chopp em metro, que planejávamos realizar somente na próxima edição. Porém a pedidos do público, a disputa foi incluída”.

Conforme o titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDI), Bayard Pereira, a inciativa de investir e fomentar a retomada da produção cervejeira está proporcionando novas vias para o desenvolvimento. “É muito bom saber que este evento está consolidado por iniciativa que começou em nossa gestão. É um novo setor da economia que a cada edição se fortalece, pois Bagé tem potencial para ser um dos celeiros da produção cervejeira do País, graças às condições ideais para o plantio e manejo da cevada”, ressaltou. Pereira ainda acrescentou que o plantio da cevada nos municípios de Bagé, Aceguá e Hulha Negra superou os três mil hectares neste ano. “O clima e a geografia favorece o cultivo, além de proporcionar uma cultura de inverno que proporciona mais um ganho para os produtores da região”, comentou.

No festival, além da bebida, o público também tinha à disposição ampla variedade de iguarias para degustação, o que transformou um evento destinado ao público adulto para uma programação voltada à família. “Temos atrações para todos os públicos”, disse Vieira. No local, os visitantes poderiam optar entre pastéis, churros, crepes, hambúrgueres, doces, sorvete na chapa, pancho, sushi, piatto e muitos outros.

 

 

Deixe sua opinião