Expectativa por Joaquim Barbosa
Publicado em 27/11/2015

Editorial

O seminário de Controle de Constitucionalidade realizado ontem, na Câmara, além de reunir um público expressivo, trouxe uma perspectiva considerável para 2016 em Bagé: uma palestra com Joaquim Barbosa, ex-ministro e ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).
A possibilidade foi adiantada pelo presidente do Legislativo, Divaldo Lara (PTB), ao comentar sobre o convênio firmado entre Câmara e Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS), que teve seu primeiro resultado prático ontem. “Estamos trabalhando para isso”, frisou.
A parceria entre as instituições, como exemplificou o petebista, vai garantir o desenvolvimento de eventos que oportunizem acesso a conhecimentos de cunho jurídico, sempre de forma gratuita. Um espaço oportuno para tornar a população mais capacitada neste meio, e ideal aos estudiosos da área, como acadêmicos do Direito. “Buscamos discutir a constitucionalidade dos atos administrativos, políticos e difusos com a sociedade”, completou.
Por sua vez, o auditor do TCE/RS, Renato Bordin, argumentou que o debate sobre constitucionalidade sendo trazido para o município já é um exemplo de uma das metas do convênio: busca pela economicidade. 
O evento de ontem, aliás, foi apenas o primeiro. Um segundo módulo já está praticamente acertado para o próximo ano. É para esta agenda que é buscada a participação da Barbosa que, desde que atuou no julgamento do mensalão, é apontado como uma das principais – senão a maior – referências do judiciário brasileiro. A visita à cidade, se confirmada, por óbvio, deve atrair um público muito mais amplo que o de ontem ao Legislativo.  O momento, agora, é de expectativa.

Deixe sua opinião