Embrapa lança nova cultivar de soja indicada para regiões frias do Brasil
Publicado em 30/04/2020

Rural

A Embrapa lançou a cultivar de soja BRS 5804RR destinada para a região fria do Brasil. O destaque da nova cultivar é a resistência à podridão radicular de fitóftora, problema que é recorrente nas lavouras do sul brasileiro. O potencial de rendimento dessa variedade é de uma produtividade superior a 100 sacas por hectare. 
Nos últimos 20 anos, a taxa de crescimento da área de soja no Rio Grande do Sul foi 3,9%, enquanto que a produção cresce 10,4% a cada ano.  O incremento na produtividade foi de 57,5 kg/ha por ano. Atualmente, são cultivados 5,8 milhões de hectares de soja no RS, com 134 cultivares disponibilizadas por seis obtentores, os quais correspondem 90% do mercado. Para participar desse mercado, as cultivares da Embrapa Trigo, de Passo Fundo, precisaram reunir características demandadas pelo produtor e pelos sistemas de produção da região, aliando alto potencial produtivo, precocidade, arquitetura compacta e sanidade, especialmente radicular. 
De acordo com o pesquisador da Embrapa Trigo, Paulo Bertagnolli, um dos diferenciais da cultivar BRS 5804RR é a amplitude de semeadura, adaptada a plantios, tanto no início quanto no final da época recomendada, quando demonstrou diferencial significativo em produtividade comparada a outros materiais de mesmo ciclo. “A cultivar foi testada em 22 locais durante três anos e mostrou-se realmente superior às testemunhas, com rendimentos que ultrapassaram os seis mil kg/ha”, conta o pesquisador, lembrando que a ampla janela de semeadura permite o escalonamento de plantio ou mesmo o replantio em situações de adversidade climática.
A cultivar está indicada para a região Macrorregião Sojícola (I), que abrange os estados do RS, SC e regiões frias do PR e SP.

Deixe sua opinião