Com vereadora assumindo a Saúde muda quadro na Câmara
E valeu o convite... deu Téia
Publicado em 10/01/2013

Política

Foto: Divulgação/FS

Téia diz que vai lidar com serviço essencial

Não foi uma decisão fácil. Com a nominata do primeiro escalão praticamente definido na noite de terça-feira, faltava apenas a indicação dos secretários de Saúde e de Turismo - pasta que volta ao antigo status, desmembrado da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Já na madrugada de ontem, a corrente interna PT Amplo e Democrático definiu a escolha pela vereadora Téia Pereira para assumir a vaga. Embora o nome dela tenha ocupado as principais apostas, Téia relutou em aceitar o convite do prefeito Dudu Colombo para ocupar o posto de secretária municipal de Saúde de Bagé.
Aura Stella Centeno Pereira, a Téia, é professora e advogada. Exerceu a função de secretária executiva do Programa Cidadão Bageense (Prociba) durante a gestão de Luiz Fernando Mainardi (de 2000 a 2008). Nas eleições municipais de 2008, em uma disputa voto a voto com o então correligionário (e companheiro de tendência interna) Edegar Franco, acabou como primeira suplente do PT na Câmara. Mas exerceu o mandato por praticamente toda a legislatura, devido ao fato de outros vereadores serem chamados para atuar no secretariado. Muitas vezes não poupou críticas a setores do governo municipal. O bom relacionamento de Téia com o secretário estadual de Saúde, Ciro Simoni, e a possibilidade de atuação em conjunto com o coordenador regional de Saúde (e também coordenador municipal do PT Amplo) Gílson Machado, além do contato direto com o gabinete do deputado federal Paulo Pimenta (PT), podem ter pesado na escolha de Dudu Colombo para convidar Téia a ocupar a pasta. Além, claro, do apoio incondicional do ex-prefeito, atual deputado estadual e secretário de Agricultura do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Mainardi.

Desafios
Para a nova secretária de Saúde é um desafio pessoal poder atuar em uma pasta que trata de algo essencial para a vida das pessoas. Téia reconhece que a área tem problemas, mas demonstra disposição em aplicar uma metodologia de gestão visando à resolução das dificuldades. "Hoje, em nível nacional, a Saúde está estruturada. Mas ainda existem entraves na questão do acesso para a população. Vamos enfrentar os problemas trabalhando com médicos, enfermeiros, técnicos e demais profissionais, com programas de saúde pública para melhor atender ao usuário", ressalta. Téia destaca que vai "enfrentar uma tempestade" ao assumir a Saúde, mas considera que a missão é importante. Salienta que todos os gestores da Saúde fizeram o melhor que puderam. A secretária destaca que seguirá com o propósito de levar adiante o projeto de revitalização e ampliação da Santa Casa para tornar o hospital uma referência regional, atuando em parceria com Mainardi e com Pimenta. 

Alteração no Legislativo
A bancada petista na Câmara de Vereadores será alterada com a assunção de Téia Pereira na Saúde. Como os dois primeiros suplentes da coligação "Bagé Melhor pra Todos II", da candidatura proporcional são Janise Collares e Guto Nadal (ambos do PT), que vão ocupar as secretarias de Educação e Habitação, respectivamente, a terceira suplente assumirá a vaga no Legislativo. Trata-se de Márcia Torres, que obteve 874 votos. 

Deixe sua opinião