Divulgados os vencedores da raça Charolês em prova de avaliação
Publicado em 19/05/2020

Rural

Foto: Nathã Carvalho/ Especial FS

Criatórios gaúchos e de Santa Catarina participaram com 19 exemplares em prova realizada em Bagé

A Associação Brasileira de Criadores de Charolês (ABCC) e a Embrapa Pecuária Sul, por consequência da pandemia do novo coronavírus, não tiveram condições de realizar o dia de campo de premiação para os destaques da Prova de Avaliação a Campo (PAC) e de Consumo Alimentar Residual (CAR) da raça, realizadas na Embrapa em Bagé. Diante deste cenário, a divulgação se deu apenas por meio das plataformas digitais da ABCC.

A 3ª edição, encerrada no início deste ano, reuniu dezenove exemplares oriundos de sete criatórios diferentes do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Os animais chegaram à unidade da Embrapa no final de abril de 2019 e tiveram a primeira pesagem da PAC realizada no dia 23 de maio, já a última das seis pesagens ocorreu em 10 de outubro. O Charolês encerrou sua participação na PAC com ganho médio diário de 1,348kg e com dois animais participantes com ganhos superiores a 1,500kg por dia. A PAC durou em torno de 180 dias, sendo de 10 a 15 deles, destinados à adaptação dos animais. Na sequência, os mesmos exemplares foram direcionados para a prova de CAR em confinamento por cerca de 90 dias (sendo 20 dias de adaptação), onde o ganho médio diário foi de 1,733kg entre todos os exemplares e com quatro animais com ganhos superiores a 2kg/dia.

Conforme o coordenador da PAC, o analista Roberto Collares, a raça apresentou um excelente desempenho e considerável adaptabilidade às condições de produção. “Estes resultados demonstram que a genética da raça está adaptada aos campos brasileiros. Na PAC, os reprodutores são avaliados a campo, enfrentando todo o tipo de clima da região sul (frio, calor, excesso de chuva e secas), em pastagem e campo nativo, onde os animais vão desempenhar suas funções reprodutivas. Os indivíduos que passam por essa prova, com bom desempenho, estão aptos para trabalharem em qualquer região em nosso país”, explanou o pesquisador, enfatizando que o CAR, prova de avaliação da eficiência Alimentar, complementa a prova a campo.

Nova edição

Durante a segunda semana do mês de maio de 2020, a Embrapa Pecuária Sul recebeu os terneiros que irão participar da 4ª edição das avaliações para a temporada de 2020/2021. Ao todo, 20 exemplares desembarcaram na unidade, provenientes de sete cabanhas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, sendo duas delas, participantes pela primeira vez.

 

BOX

Destaques de elite da PAC


1º lugar: “Ecraser 3127 de Santo Izidro#”, índice: 1,917 - GMD: 1,557 kg - Cabanha Santo Izidro, Dilermando de Aguiar/RS.
2º lugar: “Jotabê 6006 Oxalá#”, índice: 1,632 - GMD: 1,557 kg - Cabanha Charolês Figueira, Arambaré/RS.
3º lugar: “Cézar Bigben 1273 Overleaf#”, índice: 1,195 - GMD: 1,471 kg - Cabanha Cézar, Vacaria/RS.
4º lugar: “Cézar Bandit 1235 Odin#”, índice: 1,162 - GMD: 1,464 kg - Cabanha Cézar, Vacaria/RS.

BOX 2 –

Destaques da prova de CAR


1º lugar: “Sá Brito CO 4410”, índice : 1,882 - GMD: 1,995 kg - Estância Sá Brito - Alegrete/RS.
2º lugar: “Envooter 3143 de Santo Izidro#”, Índice : 1,398 - GMD: 2,302 kg - Cabanha Santo Izidro – Dilermando de Aguiar/RS.
3º lugar: “Querência 2983”, índice: 1,048 - GMD: 1,624 kg - Fazenda Querência, São Borja/RS.

Deixe sua opinião