Investigação tem relatos de vários roubos e desaparecimento de rebanhos
Dezoito animais sem procedência são apreendidos em Rosário
Publicado em 04/06/2020

Segurança

Foto: Divulgação/FS

Bovinos estavam com marcas alteradas e suprimidas

Dezoito bovinos apreendidos durante operação da Polícia Civil, Brigada Militar e Secretaria Estadual de Agricultura passarão por perícia das marcas e reconhecimento por parte dos produtores vítimas de abigeato. Os animais estavam em uma localidade nos limites da divisa entre os municípios de Rosário do Sul e Santana do Livramento.

A propriedade está sendo investigada após uma denúncia de que havia animais furtados no local. Os agentes da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) iniciaram as investigações, com a organização de uma força-tarefa, entre os órgãos de segurança e a fiscalização da Secretaria de Agricultura. As autoridades deslocaram até o local, onde realizaram a contagem dos animais e a vistoria de notas, guias e marcas do rebanho. O trabalho iniciou na tarde de terça-feira e se estendeu até a noite. 

De acordo com o delegado da Decrab Bagé, André Mendes, ao todo, 180 bovinos foram inspecionados. Destes, 18 animais não possuíam procedência comprovada. Alguns, inclusive, apresentavam marcas borradas, sinais adulterados e suprimidos, características típicas de gado furtado. Mendes destacou a necessidade e a importância do trabalho integrado das instituições para a solução de crimes como este. “O trabalho realizado na data de hoje é fruto da integração existente entre Polícia Civil, Brigada Militar e Secretaria de Agricultura, órgãos que não estão medindo esforços para combater os crimes no campo”, salientou.

Nas últimas semanas, os plantões policiais nas delegacias de Polícia de Pronto-Atendimento da região têm recebido várias ocorrências de furto, carneada e desaparecimento de animais. Inclusive, em alguns casos, os relatos informam o sumiço de lotes inteiros de rebanhos.

Deixe sua opinião