No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Da Maya Pousada valoriza patrimônio de Bagé
Publicado em 17/07/2013

Vitrine Empresarial

Foto: Stela Vasconcellos/EspecialFS

Porão sediou coquetel na segunda-feira

Belo investimento de recuperação do patrimônio histórico de Bagé, Da Maya Pousada destaca a reabilitação histórica de duas casas do século XIX e da construção de um anexo contemporâneo, que compõe o diálogo entre as duas casas.
Conforme a arquiteta Eulália de Souza Anselmo, a casa um é um casarão nobre, que acolhe o visitante pela esquina Sul-Oeste do quarteirão. “Sobe-se as escadas de acesso e, tão logo a porta se abre, os tetos entalhados em cedro já nos deslumbram. O visitante é recebido e logo vai para o espaço do Solarium, coração da casa, que encaminha o hóspede para as três suítes de luxo: Master, Nascente e Poente. O porão foi escavado manualmente e toda a base do casarão foi estruturada com cortinas de concreto e drenagem, para criar o Da Maya Porão, restaurante a La Carte”, explica. No porão, também estão localizadas a casa de máquinas, lavanderia, banheiros de serviço e a área de café da manhã na face Norte da residência, que conduz ao pátio interno de distribuição, levando a mais seis apartamentos completos.

Conexão
A casa dois tem frente Oeste onde somente a fachada neoclássica está preservada. De acordo com Eulália, o interior se une ao volume contemporâneo e cria o apartamento um, o mais luxuoso e independente. O acesso a ele pode ser tanto pela pousada como pela rua. “Entre as duas casas, tínhamos um terreno de 20,5 metros. O desafio era gerar um diálogo arquitetônico entre os dois prédios sem agredi-los, sem diminuir a imponência de suas volumetrias, sem tirar o sol Norte da casa um e, criar um ‘lugar’ de convívio e lazer, onde os hóspedes possam desfrutar e valorizar o fato de estar em prédios de mais de 100 anos de vida”, salienta.
A solução arquitetônica encontrada pela criativa arquiteta estava no desenho da casa um, uma casa que, apesar de ser de esquina, é absolutamente simétrica e tem um eixo central dominante Norte-Sul, que determina o Genius Loci  de todo o empreendimento.
“Preservar o patrimônio é descobrir a alma do lugar e trazer esta à vida novamente, por meio das intervenções propostas. O anexo precisava ser um bloco neutro e cego e este ‘eixo’ funcionou como uma lâmina que cortou este bloco em dois volumes, ele abriu o caminho para conectar/dialogar a casa um com a casa dois, e esta abertura gerou um pátio interno Norte, ensolarado, um lugar de convívio e bem-estar, um caminho entre os séculos XIX e XXI”, conta.

Restaurante
Os interiores da pousada, incluindo o restaurante, destacam o diálogo entre o antigo e o contemporâneo, o design e a arte cuidadosamente escolhida pela proprietária Zuleika Torrealba.
O Da Maya Porão - onde foi realizada a abertura do Arte na Vitrine - abre de terça a sábado, das 19h às 23h30min. Todo segundo sábado de cada mês, há feijoada das 12h às 15h. Aos domingos, é servido brunch, das 12h até às 15h.
 
Onde
Rua General Sampaio, 300
Fones: 3312-1203 e 3312-1204

Deixe sua opinião