Contemplados apresentam aquisições através do projeto Juntos pelo Bem do Sicredi
Publicado em 21/12/2019

Vitrine Empresarial

Foto: Graciela Freitas

Além da aquisição do aparelho da UTI Neonatal, foram confeccionados cerca de 470 lençóis e 180 fronhas

Os gerentes das agências Sicredi de Bagé, Célio Henrique e Gustavo Sedrez, e o presidente da cooperativa, Geraldo Ott Filho, acompanhados pela coordenadora de projetos da Santa Casa de Caridade de Bagé, Maria Cristina Vieira, junto aos integrantes do Rotary Club de Bagé Pampa, estiveram no hospital para conhecer as aquisições feitas com os montantes do projeto Juntos pelo Bem.
Uma das propostas inscritas foi a da aquisição de um berço aquecido para UTI Neonatal. O projeto foi submetido pelo Rotary, em parceria com a médica pediatra Cledinara Salazar. De acordo com a médica, a chegada do aparelho foi comemorada pela equipe, uma vez que faltam equipamentos suficientes para a grande demanda com a qual opera a UTI. Cledinara explicou que o berço é ideal para os cuidados de bebês prematuros, pois os mantêm aquecidos por calor radiado com estabilidade térmica, é seguro, bem como de fácil acesso para o trabalho dos profissionais.
Na mesma oportunidade, a coordenadora Maria Cristina mostrou à equipe da Sicredi os lençóis e as fronhas confeccionados a partir da quantia do Juntos pelo Bem, que possibilitou a compra de tecido. Mais de 200 leitos, segundo Cristina, vão receber os novos lençóis e fronhas. “Com o valor, conseguimos comprar tecido suficiente para 470 lençóis e 180 fronhas”, contou ela.
Geraldo ressaltou que está muito feliz em ver o resultado do investimento, que só é possível, conforme ele, porque os associados acreditam na cooperativa e fazem suas movimentações financeiras na instituição. “Esse é o resultado gerado quando o associado movimenta com a gente: quanto mais negócios ele fizer, mais renda terá para reinvestir na comunidade, da qual ele faz parte”, afirmou o presidente.
No total, o projeto Juntos pelo Bem, da Sicredi Fronteira Sul RS, reverteu para o hospital regional R$ 26 635 mil.
O projeto
O "Juntos pelo Bem" tem como objetivo a promoção de ações voltadas às comunidades da área de atuação da cooperativa, contribuindo para o desenvolvimento local.
A iniciativa foi pensada pelos conselheiros, diretores e pela área de programas de relacionamento, ainda no final de 2018, com base em exitosos exemplos de outras cooperativas do sistema. A proposta é destinar um percentual do resultado da Fronteira Sul RS referente ao exercício do ano anterior, para o desenvolvimento do projeto.
Durante o período de inscrição, ao todo, foram enviados 70 projetos, nas categorias educacional e cultural, saúde, empreendedorismo, segurança e esportes. Conforme o regulamento, as propostas foram analisadas uma a uma pelos gerentes, coordenadores de núcleo e conselheiros, que definiram os projetos contemplados neste primeiro ano do Juntos pelo Bem. A lista de entidades foi divulgada pelo Sicredi no mês de setembro. A cooperativa investiu cerca de R$ 187 mil, conforme a soma dos montantes dos projetos aprovados.

Deixe sua opinião