No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Comdica e Ministério Público suspendem resultado da eleição do Conselho Tutelar
Publicado em 09/10/2019

Geral

Foto: Arquivo/FS

Decisão é para investigar denúncias de irregularidades

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Bagé (Comdica) divulgou nota oficial, na tarde de ontem, assinada também pela promotora de Justiça Marlise Oliveira, que anuncia que o resultado das eleições do Conselho Tutelar está suspenso. A informação é de que a decisão ocorreu de forma conjunta entre o Ministério Público e a comissão eleitoral nomeada pelo Comdica. A suspensão deve permanecer enquanto ocorre a apuração de denúncias de irregularidades no pleito. A nota foi repassada para a reportagem do jornal Folha do Sul pela presidente do Comdica, Ilda Martinez. 
Ainda de acordo com a nota oficial, as denúncias de irregularidades foram recebidas pela comissão eleitoral, que solicita que novas informações ou elementos de prova sejam encaminhados aos órgãos competentes, ou seja, Ministério Público e Comdica. As eleições para o Conselho Tutelar ocorreram no domingo. No total, participaram 6 248 eleitores; e os cinco candidatos mais votados foram Suzete Lara, com 1 210 votos, Felipe Dourado, que contabilizou 658; Guto Moreira, com 575; Cláudio Rodrigues, com 571; e Cristina Nunes, com 548. 
Participaram do pleito 14 candidatos: cinco são eleitos como titulares. Também são definidos os suplentes. A posse dos novos conselheiros está prevista para o dia 10 de janeiro de 2020. O mandato deles se estende por quatro anos (de 2020 a 2024). Pela primeira vez, uma eleição para o Conselho Tutelar contou com urnas eletrônicas, o que, mencionou a presidente do Comdica, qualificou o pleito.

 

Deixe sua opinião