Nova rotina na pandemia
Com banca de revistas fechada, empresário leva publicações impressas para os clientes
Publicado em 06/04/2020

Geral

Foto: Divulgação/FS

Cuidados para entrega de produtos

Com a série de restrições impostas ao comércio e a serviços em todo o Brasil, inúmeros trabalhadores tiveram que driblar os impactos na renda, com novas formas de manter o dia a dia profissional. Em Bagé, a permissão de funcionamento de apenas estabelecimentos que ofereçam serviços considerados essenciais, trouxe para muitos profissionais um desafio: o de oferecer seu produto fora do espaço físico, indo diretamente até a clientela. Numa espécie de serviço delivery de produtos informativos e culturais, o empresário Romualdo da Silva encontrou uma forma de possibilitar que os clientes, que compravam jornais e revistas na sua banca, continuem tendo a oportunidade de ler tais publicações impressas. “Em relação ao meu trabalho, neste momento de coronavírus, eu estava seguindo o decreto municipal, e não estava trabalhando, mas como o prefeito e o secretário de Saúde informaram que o comércio poderia funcionar efetuando atendimento pelas redes sociais, resolvi atender meus clientes pelo aplicativo de rede social WhatsApp.  Ou seja, o pessoal faz o pedido, eu faço a venda e a entrega”, detalha da Silva.  

Romualdo já é uma personalidade conhecida na cidade, isso porque a sua banca de revistas Pravoceler está localizada há quase 30 anos na praça de Esportes, sendo também um tradicional ponto de encontro de clientes que ainda apreciam consumir informações em um meio físico. “Fiquei muito feliz com o resultado da pesquisa do Datafolha em março, em que a maioria da população considera como as principais fontes confiáveis de informação, principalmente durante a pandemia, a televisão e os jornais impressos”,  ressalta.

O empresário também enfatiza que a liberação para que pudesse trabalhar dessa forma, levando as revistas e os jornais aos leitores, o deixou muito feliz. “Minha fonte de renda é somente minha banca, então posso seguir trabalhando. Tenho uma clientela fiel, e procuro ser atencioso com todos, então faço questão de ir entregar os pedidos pessoalmente, mas sempre usando os equipamentos para minha segurança e de meus clientes, uso máscara e luvas. Trabalho no momento mais pela manhã, porém, se precisar e tiver algum pedido, entrego também em outro horário”, destaca. Ele ressalta que os pedidos, principalmente, são por jornais, palavras cruzadas e alguns livros. “O pessoal em casa precisa de passatempos e informações, então a banca de revistas Pravoceler está aí pra ajudar a nossa comunidade a passar por este momento de quarentena”, comenta Romualdo da Silva, que faz as entregas sempre pedalando.  Entre as publicações que o empresário leva até os leitores, está o jornal Folha do Sul, que em um esforço conjunto de toda a equipe prossegue chegando aos lares de Bagé e região.

Deixe sua opinião