Paralelo MP
Coluna Social 27.04.20
Publicado em 27/04/2020

Social

Foto: -

Matriarca Fanny Helena Martins de Salles cercada pelo carinho das filhas, genros e netos em belo retrato de família

“Os grandes de espírito partem deixando legado de exemplo que ilumina os caminhos das gerações sucessivas”. MP

 

Entre os textos veiculados na coluna que causaram bonita comoção em muitos leitores – principalmente naqueles que tiveram a chance de conviver com os artífices da narrativa –, “Tancredo e Risch: a partida dos lordes”. Trazemos à luz, com imenso carinho, as palavras escritas em dois de fevereiro de 2016 para desejar uma semana repleta de saúde, paz e, em especial, amigos fiéis como foram os protagonistas.

 

Tancredo e Risch: a partida dos lordes

          Dois amigos. Dois seres especiais. Falar em Tancredo Blanco e Nicanor Risch torna-se sublime à medida que as lembranças chegam à memória, direto do coração, sem escalas. Companheiros de fé e virtude, esses homens partiram com menos de um mês de distância um do outro. Diante de uma vida inteira, esse intervalo torna-se insignificante. Em tempos de efemeridade, onde o essencial fora sobrepujado pelas relações descartáveis, lembrar desses irmãos é aula de vida. Tancredo e Risch, assim podemos considerar, foram dois lordes do espírito. Ambos caminharam sobre a Terra com a dignidade cristã que, com certeza, galgou a eles os primeiros lugares no céu. De bondade e educação natas, foram pais, avôs, maridos e amigos de quilate que nenhuma alquimia genética seria capaz de reproduzir. Não existem mais homens como eles. Carinhosos e fiéis à Lei do Amor, estavam sempre prontos a estender as mãos, a exemplo de Jesus, a quem quer que fosse. A grandeza que os movia não ficava restrita ao porte; vinha de dentro, das profundezas de dois espíritos cuidadosamente talhados pelas mãos do Criador. Fé. Esse, o grande legado deixado por ambos aos descendentes e a todos que, de alguma forma, receberam a graça do convívio. Lamentar a partida desses dois extraordinários seres é razoável, se considerarmos que a presença da ausência torna-se dolorida à medida que não podemos mais abraçar fisicamente quem amamos. Mas não se enganem: a verdadeira existência não é esta na qual estamos imersos. Não. A verdadeira vida está no todo, no infinito, onde nem dores, nem decepções possuem acesso. Merecedores da misericórdia, fiquemos seguros que Tancredo e Risch alcançaram a iluminação que lhes permite voar junto aos anjos para cantar louvores diante a face de Deus. Ficam as lembranças e, no caso do professor Risch, o sabor de suas compotas imbatíveis. À porta do céu, parece que vejo Tancredo ponderando a Risch: “Tchê, voltamos. Agora, vamos zelar, daqui, por aqueles que amamos. Um dia, estarão novamente conosco”. Paz e bem.

 

Quem tem amigos, tem tudo

          O título da nota materializou o carinho dos amigos ao advogado Vinícius Ruas em sua festa surpresa de aniversário. O fuzuê teve start sábado à tarde, estendendo-se à noite, organizado pela engenheira Aliane da Croce na chácara da família. Considerado pela turma e por todos que o conhecem um autêntico gentleman, Vini está sempre disposto a ajudar no que for preciso para ver as pessoas bem. Fora a elegância física e de alma, é promissor advogado, atuando com destreza em favor, por exemplo, da nossa Santa Casa de Caridade de Bagé. Congrats, milord.

 

Sorriso de Deus ao vivo

          As transmissões realizadas pelo perfil @marcospintos, na hora mágica, via Instagram, viraram sucesso. Como os mais observadores – e sensíveis – reparam, a luz do outono ilumina o entardecer em tom dourado que podemos chamar de “o sorriso de Deus”. Pouco antes do ocaso, dou início à transmissão comentando o momento bem como os principais fatos que rolaram durante do dia – dando ênfase, lógico, aos positivos. Chega de coisa ruim! Bacana é que, muitos seguidores sem acesso visual ao crepúsculo naquele momento, agradecem por desfrutar do maior espetáculo da Terra direto das janelinhas aqui de casa – entre as fiéis presenças, Luciana Duarte e Eliane Magalhães Kalil. Então, se liguem: o Sol está se pondo cada vez mais cedo até atingir o belo e energético solstício de inverno. Hoje, por exemplo, ele beijará o horizonte exatamente às 18h03min. Pouco antes, celular em punho para dividir o espetáculo com nossos mais de cinco mil seguidores.

Deixe sua opinião