Paralelo MP
Coluna Social 13111
Publicado em 02/09/2013

Social

Foto: -

Cândice e Panta Avancini Pereira fotografadas pela coluna em noite de lançamento na Casa da Associação Brasileira de Hereford e Braford. Parque Assis Brasil, Esteio

“A medida que deixamos o peso das imperfeições pelo caminho, nos tornamos leves para caminharmos rumo a felicidade que aguarda aqueles que vencem a si mesmos”
MP
 
 
Depois de dias especialíssimos a frente da cobertura social da 36ª Expointer, a nave Paralelo MP aterrissa novamente em Bagé. Como de costume, escrevo esta coluna na manhã de domingo – exatamente 8h36min – recebendo a energia do sol e respirando, deliciado, o aroma do “jasmim do poeta” que inunda o ambiente trazido pelo o sopro de um vento que sussurra a chegada da chuva. Ontem, empreendi caminhada ao topo de uma coxilha para apreciar o último por do sol de agosto. Lá, do alto, em posição de lótus e contemplando Bagé sob uma ótica espetacular, agradeci pelo fim do ciclo e, com a alma feliz em si mesma, senti algo que, para um pisciano, é o Nirvana: os primeiros acordes da primavera. Sou do tipo “pessoa mística” mesmo. Acredito, sobretudo, que Deus comanda, em todos os reinos, seres responsáveis pelos fenômenos da Natureza – os chamados Elementais. Desde criança, esses seres me fascinam e, por acreditar mesmo que existem, creio senti-los em sintonia com a minha vibração. Habitantes do mundo invisível, os Elementais possuem ligação direta com os elementos da Natureza. Essas criaturas são, por isso, chamadas de “espíritos da natureza”, uma vez que vivem em contato permanente com a fauna e flora, as quais têm a missão de defender e coordenar os fenômenos. Viagem ou não, imagino que a cada troca de estação, deva haver grande mobilização no astral para que os novos ciclos possam acontecer. A exemplo disso, convido a todos que coloquem suas forças a serviço do novo, deixando para trás o frio dos tempos tristes que já se esvaem no rio das memórias. Renascer em nós mesmos é um direito que nos é garantido por Deus. Utilizemos essa dádiva para refazermos caminhos sem medo de encontrarmos, logo ali a diante, a face da felicidade!
 
 
Première de “O Tempo e o Vento” em Bagé
O red carpet vai bombar em 18 de setembro quando acontece o pré-lançamento de “O Tempo e o Vento” na Rainha da Fronteira. Segundo fontes da coluna, o longa-metragem dirigido por Jayme Monjardim resultou em verdadeira obra prima do cinema nacional tendo os campos de Aceguá, Bagé e Candiota como sets. Duas sessões, uma à tarde;  outra à noite, acontecerão no Cine 7 – primeira sala de cinema do país a receber o filme baseado na obra homônima de Érico Veríssimo. Stop! As filmagens de “O Tempo e o Vento” iniciaram em 26 de março de 2012, com 60% delas em solo bageense. O filme conta a história de duas famílias inimigas: os Terra Cambará e a Amaral, que viveram em confronto durante mais de um século. Paralelo a esse combate, o longa acompanha a formação do Rio Grande do Sul; a povoação do Brasil e a demarcação da gigantesca linha de fronteira brasileira. Agora, resta saber mesmo se Fernanda Montenegro, Thiago Lacerda, Marjorie Estiano, Paulo Goulart, Cléo Pires e José Abreu – intérpretes dos principais personagens da narrativa – desfilarão pelo tapete vermelho. Será?
 
Atelier democrático
A artista plástica e arteterapeuta Judith Plentz inaugurou com grande sucesso o seu “Atelier Judith Plentz & Artistas”. O vernissage aconteceu na sexta-feira, 23 de agosto, no Bairro Moinhos de Vento, com a presença de inúmeros conterrâneos da artista além de outros tantos integrantes da fervilhante cena artsy porto-alegrense. Bacana é que, ao pensar o Atelier, Judith teve a integração como foco da sua filosofia. Assim, convidou artistas que expõem no Brique da Redenção a igualmente mostrar suas obras no espaço. Ah, por lá também acontecem oficinas de aquarela, de arteterapia e de materiais criativos – direcionado a crianças e adolescentes.
 
Chocolate da Amizade
Fulvia Augusta Grande de Macedo – a porta voz da Casa da Amizade junto à imprensa – envia e-mail contando que, em 15 de setembro, as senhoras estarão reunidas novamente, dessa vez, em torno do “Chocolate da Amizade”. “A partir das 16h, será servido um chocolate super saboroso acompanhado de buffet de sanduíches, mini-pizzas, cachorrinho quente, tortas, bolos, rocamboles, etc.”, disse Fulvia. Vale lembrar que o evento é aberto à comunidade, ou seja, todos poderão se deliciar com as iguarias da tarde beneficente mediante o pagamento do ingresso. Promete...
 
Flash News
·         Francisco Blanco e Mateus Marin estiveram anfitriões de MP na temporada Esteio 2013. Os amigos, mais uma vez, mostraram aquele bem receber que deixa a gente como se estivesse em casa. Thanks, guys!
·         O lançamento do site de Bia Lamego bombou a casa da Associação Brasileira de Hereford e Braford, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O site, criado pela equipe da Impulso Soluções Digitais, tem seu foco voltado à fotografia – uma das paixões de cap do restô MadreMaria.  
·         Nando Reis levou verdadeira constelação de conhecidos ao Ginásio Militão na noite de sábado. Tudo rolou de forma sincronizada para comemorar os 11 anos de La Gitana Produções. A galera pediu mais shows desse quilate. Alooou, Fabiano Marimon...
·         Depois de ter algumas obras do acervo do “Grupo de Bagé” restauradas pelo Da Maya Espaço Cultural (DEZ!), oito delas foram expostas na Casa do Governador,  durante a Expointer, com grande visitação.
·         Falando em arte, mais um “trâmite político” deixou a coluna e muitos dos integrantes da cena cultural bageense de boca aberta: a saída de Sapiran Brito da Secretaria de Cultura. Todos sabem que Sapiran é um homem apaixonado pelo Belo; soldado que luta incansável pela disseminação do ideal educativo através da produção artística. Primeiro, Lula Barros; agora, Sapiran. A pasta da Cultura, me parece, serve mesmo para suprir acordos eleitoreiros que vão contra a valorização de quem é verdadeiramente especialista na área. Onde vamos parar?

Deixe sua opinião