No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Clubes paralisam treinamentos e aguardam definição da FGF
Publicado em 23/03/2020

Esportes

Foto: João A. M. Filho

Jogadores e comissões técnicas foram liberados dos treinos por questões de segurança

A pandemia de coronavírus atingiu em cheio o futebol. Como o indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é evitar aglomerações, o esporte foi uma das primeiras áreas a serem atingidas. Em alguns estados, como o Rio de Janeiro e o próprio Rio Grande do Sul, pelo menos uma rodada do campeonato estadual foi disputada com portões fechados. Como isso fica inviável para os clubes que acabam sem a renda da bilheteria, a maioria das federações optou pela suspensão dos campeonatos.

No Rio Grande do Sul, mais especificamente na Divisão de Acesso, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) até tentou que a competição continuasse com estádios fechados, mas para clubes do interior isso é impossível. Boa parte da renda vem da bilheteria. Sem torcida pagando ingresso, fica cada vez mais difícil manter pagamentos e outros compromissos em dia. O Acesso está paralisado, inicialmente, por 15 dias. A expectativa é de que até amanhã se tenha uma definição sobre o cancelamento ou adiamento da competição.

Com esse cenário, os integrantes do Acesso começaram a dispensar jogadores e comissões técnicas dos treinamentos, já que, no panorama atual, é difícil prever quando a bola voltará a rolar nos gramados sem que isso represente uma ameaça à saúde de jogadores e torcedores. Por isso, a reportagem do jornal Folha do Sul fez um levantamento sobre a situação dos times que integram a Divisão de Acesso, principalmente dos times da chave B, na qual está a dupla Ba-Gua.

Bagé - na última quarta-feira, a direção jalde-negra decidiu suspender os treinamentos e os jogadores foram liberados para retornarem para casa, já que a grande maioria é de fora da cidade. O clube aguarda a definição da FGF sobre o futuro do Acesso, mas defende o cancelamento do torneio e a realização no segundo semestre.

Guarany - na quinta-feira, o alvirrubro emitiu uma nota oficial informando a suspensão dos treinamentos. Todos foram liberados para voltarem para casa. A medida vale por tempo indeterminado. O clube aguarda a definição da FGF sobre o campeonato para tomar uma nova decisão.

Avenida - em um primeiro momento, o Avenida suspendeu as atividades até amanhã, quando a direção do clube acredita que já haverá um novo posicionamento por parte da FGF.

Lajeadense - a direção do clube se manifestou pelas redes sociais informando a suspensão das atividades das categorias de base e da equipe profissional. Os jogadores que moram na região foram liberados para voltarem para casa. Os que são de fora do Estado permanecem em Lajeado.

Inter-SM - após anunciar que seguiria treinando, o Inter-SM mudou o posicionamento e informou a paralisação das atividades da equipe principal, sem previsão de retorno. As categorias de base do clube, assim como a Escola de Futebol, já estavam paralisadas.

São Paulo-RG - no final da última semana, o leão do parque também optou por suspender os treinamentos da equipe principal. O funcionamento administrativo do clube foi reduzido, ficando aberto apenas no período da tarde. Antes disso, o São Paulo-RG já havia anunciado a suspensão das atividades das Escolas de Futebol Meninos do Parque e Gurias do Parque.

São Gabriel - o clube também suspendeu os treinos. Em um primeiro momento, a ideia da diretoria era manter os atletas oriundos de outros estados no alojamento do Estádio Silvio de Faria Corrêa. Porém, a decisão mudou e todos foram liberados.

Guarani-VA - o índio rubro-negro também paralisou por completo as atividades. O clube aguarda o posicionamento da FGF para tomar uma decisão em definitivo.

Deixe sua opinião