No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Bayard prova que não foi expulso e pede desfiliação do MDB
Publicado em 14/12/2019

Política

Foto: Reprodução/FS

Na edição do dia 16 de janeiro, foi publicado, neste espaço, que o MDB havia expulsado do partido o então secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do município, Bayard Paschoa Pereira. A alegação para “expulsar” era de que, mesmo fazendo parte do governo de José Ivo Sartori, indicado por correligionários da região, Bayard jamais participou de qualquer atividade de campanha ou mesmo em defesa do governo. Na ocasião, foi dito pelo então presidente regional do partido, José Carlos Nobre (Zequinha) que ele foi chamado várias vezes a prestar esclarecimentos e não compareceu.
Na edição posterior a publicação, Bayard contestou a expulsão como sendo falsa, pois, segundo, ele não houve reunião, ata ou qualquer encaminhamento legal para o que fora informado.
Entre pontos e contrapontos, que ocorreram logo após vir a público o problema enfrentado pelo MDB municipal, ficou em suspenso a alegação de Bayard para o fato do diretório estadual não amparar a “possível ação” que o teria afastado. Nesse caminho, o secretário foi substituído do cargo que ocupava na secretaria, pelo prefeito Manoel Machado, que alegou a troca na pasta para atender pedido do MDB, que detém o comando da secretaria por acordo de campanha eleitoral. 
No último dia 10 de dezembro, Bayard Pereira esteve em Porto Alegre, na sede estadual do partido, estando ainda legalmente filiado, conforme consulta ao Tribunal Regional Eleitoral, e não expulso, como anunciado em Bagé. Após informar estar “regularmente filiado”, aí, sim, ele pediu sua saída do partido ao deputado federal e presidente da sigla, Alceu Moreira, o que também está registrado em documento oficial. “Resta agradecer o apoio e a solidariedade que recebi de amigos do MDB, tanto em Bagé quanto no Estado”, disse o ex-secretário.
À colunista, ele entregou cópias da certidão de filiação emitida no dia 10 de deste mês e o do pedido de desfiliação.

Deixe sua opinião