No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Bagé investe em melhorias no clube para 2020
Publicado em 02/12/2019

Esportes

Foto: Mariana Muza

Local onde serão construídas as cinco suítes

“Nada melhor que um sonho para construir um futuro” frase que está exposta em um dos muros do estádio do Grêmio Esportivo Bagé. Todavia, não é só no muro que ela está representada, mas, sim, nas decisões tomadas pela diretoria do clube Jalde-negro que irão refletir no futuro. Isso porque, os responsáveis investem não só em um elenco completo, para conquistar a tão sonhada vaga em uma série A do Gauchão, por meio da Divisão de Acesso do ano que vem, com 19 jogadores já confirmados, mas também em um espaço melhor para torcedores, visitantes jogadores e comissão técnica. Segundo o presidente do Abelhão, Rafael Alcalde, diversas reformas ocorrem no estádio Pedra Moura. A primeira delas, já em andamento, é a construção de cinco suítes novas para que atletas e comissão técnica fiquem acomodados no clube, com previsão de término para o dia 15 de janeiro. “Há um grande desgaste para se locar apartamentos por período curto e o custo, como o Bagé vem jogando há quatro anos os dois semestres, acaba sendo muito alto. Portanto, optamos por gastar uma vez e ter essas acomodações como patrimônio do clube e melhorar a nossa estrutura”, explicou.  A segunda é a reforma elétrica, hidráulica e pintura do antigo vestiário do amador que será agora o dos visitantes, o início da obra acontece em janeiro. No antigo vestiário dos visitantes será a sala de fisioterapia e ambulatório médico. Além disso,  uma tela será colocada atrás goleira dos fundos para liberar o acesso do torcedor ao local. Alcalde elucidou que para a Divisão de Acesso o objetivo é disponibilizar a área para que os torcedores do Bagé fiquem em pé atrás do gol. “A torcida adversária ficará ao lado da casamata do time visitante, espaço para cerca de 50 a 70 pessoas. Isso fará com que não percamos a arquibancada do lado oposto para acomodar poucos torcedores dos adversários, exceto em Ba-Gua.  Para julho, o projeto é construir os primeiros dois módulos de um formato de arena no Pedra Moura. Serão módulos de quatro metros de largura , com nove lances de escada. Um módulo na torcida adversária, outro atrás do gol. Lançaremos o projeto com a campanha do tijolo e cimento. Projeto que será a longo prazo; a  construção dos módulos será aos poucos, sendo a ideia inicial fazer toda a parte dos fundos da goleira, onde hoje não há arquibancada. Já a parte da antiga arquibancada, que foi destruída, hoje será destinada à torcida adversária”, adiantou.

Além disso, o presidente ressaltou que agora a torcida adversária terá um local de entrada, que será pela rua Melanie Granier. Conforme o presidente, na parte de iluminação, o plano é de colocar oito luminárias novas de led no estádio. Todas as modificações foram tratadas na reunião da diretoria que aconteceu terça-feira.

Obras

O presidente ainda relembrou algumas outras obras que já ocorreram no Pedra Moura. São elas: a do vestiário principal, refeitório e alojamentos em 2019. Em 2018, um espaço ocioso na Melanie Granier foi transformado em área de locação para implantação de uma antena de telefonia móvel; em 2016 e 2017, a construção das quadras sintética e de areia em área que estava em desuso atrás do pavilhão; em 2013, houve a reforma do bar temático; em 2011, a construção das 10 suítes embaixo do pavilhão das cadeiras sociais; em 2001, ocorreu uma reforma que  mudou completamente o nível do gramado.

No Pedra Moura, a reportagem do Jornal Folha do Sul foi acompanhada  pelo gerente do Jalde-negro Darlan Berneira, que mostrou o interior do clube. Ele apontou o local de cada obra e também as outras já finalizadas. O gerente acrescentou que as arquibancadas e as paredes do clube serão pintadas; além disso, uma das telas da quadra society do Bagé está sendo trocada.

 

Deixe sua opinião