Bagé: a cidade com mais ciclovias por habitante do RS
Publicado em 13/06/2015

Editorial

por Felipe Valduga
felipelvalduga@gmail.com

Um levantamento divulgado, ontem, no site do jornal Zero Hora, destacou o município de Bagé como sendo a cidade com mais ciclovias existentes por habitante em todo o Rio Grande do Sul. A análise levou em consideração números das 20 maiores cidades do Estado e, na prática, constatou que boa parte das administrações estão aprimorando os espaços para o ciclismo.
Segundo a reportagem, Pelotas lidera em extensão de malha cicloviária: tem 29 quilômetros destinados para isso. A Rainha da Fronteira, por sua vez, é o destaque quando se divide os quilômetros construídos de ciclovias pelo número de moradores: tem cerca de 17,3 quilômetros para cada 100 mil habitantes.
Mas mais do que a constatação apontada, que é significativa, é importante salientar que a discussão do tema ocorre em um momento oportuno. Como se sabe, o poder Executivo implantou, recentemente, uma nova ciclovia na avenida José do Patrocínio, com o objetivo de ligar os espaços existentes entre a Santa Tecla e a Leonel Brizola. Ou seja, constituindo uma extensa faixa. Mas além disso, o município está prestes a ganhar uma nova legislação que pretende determinar que, do total de vias urbanas do município, pelo menos 5% delas conte com ciclofaixas ou ciclovias – a chamada Lei da Bicicleta, projeto de autoria do vereador Divaldo Lara (PTB) que está em tramitação no Legislativo.
Na prática, isso quer dizer que, caso os trâmites atuais tenham êxito, Bagé pode assumir um papel de referência estadual no quesito de malha cicloviária, indo além da proporcionalidade.

Deixe sua opinião