No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Saúde
Atraso de salários em Pelotas afeta coleta de sangue em Bagé
Publicado em 19/10/2019

Geral

Foto: Arquivo/FS

Procedimento é realizado todos os últimos sábados do mês na cidade

No último sábado de outubro, diferente do que aconteceu nos últimos meses, não terá coleta de sangue em Bagé. Isso porque parte do efetivo do Hemocentro de Pelotas (Hemopel) reduziu as atividades devido ao atraso de salários da Prefeitura da Princesa do Sul. Com isso, de acordo com o titular da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde, Ricardo Necchi, não será possível a realização do procedimento neste mês.

Na sexta-feira aconteceu uma reunião em Bagé, da direção do Hemopel com representantes da coordenadoria para tratar do assunto. Na edição do dia 10 deste mês, o jornal Folha do Sul publicou que o Hemopel estava estudando possíveis mudanças no processo de coleta de sangue na cidade. O jornal anunciou em primeira mão que ocorreria essa reunião para tratar do problema.

Conforme informações do jornal Diário Popular, o Hemopel teve de reduzir horários de atendimento devido à greve dos servidores municipais de Pelotas e, com isso, os estoques foram reduzidos rapidamente. “Com horário reduzido e menos público, os estoques têm despencado. A média de 60 bolsas coletadas por dia – que já costuma ficar abaixo do necessário – tem caído a menos da metade. Em alguns momentos, limita-se a 20 bolsas”, informou a publicação.

Justamente devido à paralisação dos servidores municipais de Pelotas, iniciada em 2 de outubro, impossibilitou a vinda dos profissionais para Bagé. Porém, Necchi garantiu que Bagé não ficará sem estoques. “O fornecimento continua normal à rede de saúde de Bagé e enquanto a situação se manter, poderá ser disponibilizado transporte para levar os doadores de Bagé até o Hemopel, para que possa ser feita a doação. A questão ainda será estudada para sabermos se terá demanda de bageenses para ir a Pelotas realizar o procedimento”, detalhou.

Além disso, Necchi explicou que a situação do mês de novembro ainda será definida pelo Hemopel. Contudo, a princípio, o serviço poderá voltar ao normal em dezembro, caso a Prefeitura de Pelotas volte a pagar os salários do funcionalismo, conforme o informe publicado pelo Executivo em 30 de setembro, no site oficial da Prefeitura de Pelotas.

Deixe sua opinião