Aplausos - 19 de maio de 2020
Publicado em 19/05/2020

Social

Foto: Divulgação/FS

Cristaleria Baccart

REVISTA Retrô – Coleções e Antiguidades, junho 2006, págs.18 a  20, “Desde a época do Brasil Colônia, até hoje, é forte o vínculo dos brasileiros com a marca de cristal francês Baccarat”. Aliás, o país possui o terceiro maior acervo do mundo desses cristais Baccarat, atrás apenas da França e Alemanha. 
AS peças de Baccarat têm origem na licença do rei Luís XV ao bispo Metz, em 1764, para fundar a fábrica de vidros e cristais Saint-Anne Vila de Baccarat, região leste da França.

NO COMEÇO das atividades, a fábrica produzia espelhos, taças, copos e placas de vidro. Após a revolução francesa, a fábrica passou a chamar-se Baccarat e iniciou a comercialização apenas de objetos em cristal; luxo até hoje apreciado no mundo todo.

NO BRASIL, esses cristais chegaram com a família real em 1808. Alguns encontram-se guardados no acervo do Museu Diplomático do Itamaraty, no Rio, e no Museu da República, em Petrópolis (RJ).

A FÁBRICA Baccarat produziu de lustres grandiosos a descanso para talheres, vasos, taças, licoreiras e até joias; tudo com muito requinte nos detalhes.

SUGESTÃO de leitura: “Característica dos Estilos”, Robert Ducher, Editora Martins Fontes, 2001.  Esse clássico é manual e dicionário de introdução às artes decorativas. Mais de 450 desenhos e reproduções permitem identificar a arquitetura, o mobiliário e os elementos decorativos encontrados em todos os estilos.

Deixe sua opinião