Ao invés da procissão, imagem da Auxiliadora vai percorrer a cidade
Publicado em 23/05/2020

Geral

Foto: Márcia Sousa

No domingo, acontecem quatro missas, às 8h, às 10h, às 15h e às 17h

Quando os ponteiros do relógio marcarem 18h, neste dia 24 de maio, a imagem da copadroeira de Bagé Nossa Senhora Auxiliadora parte da frente da paróquia, que leva o mesmo nome da santa, para abençoar a cidade. Em razão da pandemia do coronavírus, pela primeira vez, não vai acontecer a procissão luminosa. O pedido é para que os bageenses mantenham a tradição e acendam velas nesse horário para iluminar a Rainha da Fronteira.
Conforme o pároco da paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, frei Eudes Zanon, este ano, ao invés do povo caminhar com Auxiliadora, ela irá até os fiéis. O religioso informa que a imagem vai percorrer diversos pontos da cidade em uma caminhonete. As seis paróquias da Rainha da Fronteira serão abençoadas, assim como os hospitais, presídio, órgãos de segurança, algumas escolas, além do centro, onde está concentrado o comércio. Além disso, a imagem vai percorrer as estradas que circundam Bagé. 
O dia da festa de Nossa Senhora Auxiliadora é 24 de maio. Nesta data ocorrem quatro missas na paróquia – às 8h, às 10h, às 15h e às 17h.

Fato inédito
Além dos ritos em homenagem à copadroeira serem diferentes este ano, outro fato é marcante. Pela primeira vez, os festejos não contam com o comando dos salesianos e, sim, dos freis capuchinhos, que assumiram a paróquia Auxiliadora este ano. Ao falar dessa realidade, frei Eudes acentua que é a primeira vez dos franciscanos nessa condição e se reinventando. Segundo ele, levando em frente o trabalho que vinha sendo feitos pelos salesianos. “Nós freis estamos ai para ajudar, somos missionários dentro dessa comunidade”, pontua.

Deixe sua opinião