No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Aniversário de 10 anos do Folha do Sul é ressaltado no Café com a Redação
Publicado em 02/12/2019

Geral

Foto: Márcia Sousa

Equipe do veículo de comunicação detalhou o dia a dia do diário

O Café com a Redação, iniciativa produzida pelo jornal Folha do Sul, rádio Pop Rock e Grupo JW apresentou, no sábado, os 10 anos do jornal Folha do Sul. Participaram a diretora do veículo de comunicação, Leisa Sória; o colunista Edgar Muza; e a jornalista Niela Bittencourt. Leisa ressaltou que a marca de comemorar a primeira década do Folha do Sul está na importância de ter a inovação como principal e, permanente, objetivo do veículo de comunicação ao longo do tempo. “Esse crescimento, que foi gigantesco, se comprova porque nós tínhamos um jornal há sete anos, quando assumi a direção do diário e, de lá para cá, tivemos uma grande consolidação do Folha do Sul. Sem medo de errar, posso afirmar que, atualmente, é um dos maiores jornais da região sul do Estado. Outros jornais associados à Associação dos Diários do Interior, quando participamos de eventos, costumam nos perguntar como conseguimos fazer algumas das inovações que implementamos e sempre dizemos que apenas fazemos. Então, o importante é manter a inovação, é pensar no futuro e criar novos produtos sempre com parcerias e empresas que apostem nessas ideias”, enfatizou Leisa Sória.

Integrante da equipe do Folha do Sul desde janeiro de 2011, Niela Bittencourt, apresentou um pouco do dia a dia da equipe do jornal. Ela também reiterou a importância do contato diário dos jornalistas do Folha do Sul com o radialista Edgar Muza. “Ele é também uma fonte para diversas pautas do jornal, muito pela sua atuação em outras áreas além da comunicação, como no caso da saúde”, apontou.

Muza, que tem uma trajetória na comunicação local desde a década de 50, escreve para o jornal Folha do Sul desde a primeira edição no dia 28 de novembro de 2009. Sobre a produção diária de colunas, Muza destacou que foca na análise nacional da política, pois todas as diretrizes que ocorrem em Brasília acabam sendo refletidas no Rio Grande do Sul e em Bagé. “O sacrifício do repórter de rádio e de jornal é o seguinte: se tu criticar, tu é contra o governo e se elogiar, é a favor. Mas a minha análise é feita a partir da leitura diária de diversos jornais do Brasil. Eu leio as opiniões e tiro a minha conclusão. É daí que sai a minha opinião para o jornal”, relatou.

Mundo Mágico

O segundo bloco do programa foi dedicado à divulgação do evento “Mundo Mágico”, promovido pelo Cobame, que ocorreu na tarde e noite de domingo, no largo do Centro Administrativo. Participaram da divulgação, a presidente da entidade, Mauren Delabary, a vice-presidente, Silvana Osband, e a assessora de planejamento, Mariana Ruas. Mauren frisou que o “Mundo Mágico” surgiu no ano passado com a proposta de a cada edição o evento ser realizado com uma temática diferente; em 2018, foi o circo, este ano o Natal. Na ocasião do evento, o público pôde presenciar várias atrações artísticas e culturais tendo como principal destaque a chegada do Papai Noel. Além disso, o evento teve caráter beneficente, pois parte da renda será destinada à Casa da Menina e também houve arrecadação de alimentos e de higiene que também serão destinados à entidade.

Deixe sua opinião