No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Agosto, o mês dedicado às vocações
Publicado em 03/08/2019

Opinião

Um novo mês chega para todos nós. Agosto, como mês vocacional, foi instituído na 19ª Assembleia Geral da CNBB, em 1981. É o mês em que a Igreja celebra as vocações: sacerdotal, familiar, religiosa e leiga. Será um tempo voltado à reflexão e à oração por todas as vocações. Acreditamos que todos somos chamados e escolhidos por Deus: “Não fostes vós que me escolhestes; fui eu que vos escolhi” (Jo 15,16). Cada domingo de agosto é reservado para a reflexão e celebração de uma determinada vocação:
Primeiro Domingo – Vocações Sacerdotais – Dia do Padre: o sacerdote age em nome de Cristo e é seu representante dentro da comunidade eclesial. Ao padre compete ser pastor e pai espiritual para todos os que estão sob sua responsabilidade. Pela caridade pastoral, ele deve buscar ser sinal de unidade e contribuir para a edificação e crescimento da comunidade, de forma que ela seja cada vez mais atuante e verdadeira na vivência do Evangelho.
Segundo Domingo – Vocação Familiar – Dia dos Pais: neste domingo celebramos a vocação da família na pessoa do pai. Em tempos de violência e perda de valores, a valorização da família é essencial para a sociedade como um todo. A família  é chamada por  Deus a ser  testemunha  do amor e da fraternidade, colaboradora da obra da Criação.
O pai é fundamental na família. Seu papel de educador, em colaboração com a mãe, é um dos pilares da unidade e bem-estar familiar, cujos frutos são os filhos bem formados e conscientes do que significa ser cristão e cidadão. O pai é representante legítimo de Deus perante os filhos e é sua missão conduzi-los nos caminhos do bem, da verdade, da justiça e da paz. 
Terceiro Domingo – Vocações Religiosas – Dia da Vida Religiosa: no terceiro domingo do mês vocacional, a Igreja lembra dos religiosos. Homens e mulheres que consagram suas vidas a Deus e ao próximo. Desta vocação brotam carismas e atuações que enriquecem nossas comunidades, com pessoas que buscam viver verdadeiramente seus votos de castidade, obediência e pobreza. Os religiosos são testemunhas vivas do Evangelho.
Perseverantes, eles estão a serviço do Povo de Deus por meio da oração, das missões, da educação e das obras de caridade. Com sua vida consagrada, eles demonstram que a vivência evangélica é plenamente possível de ser abraçada, mesmo em mundo excessivamente material e consumista. São sinais do amor de Deus e da entrega que o homem é capaz de fazer ao Senhor.
Quarto Domingo - Vocações Leigas – Dia dos Ministérios Leigos: neste dia celebramos todos os leigos que, entre família e exercício profissional, dedicam-se aos trabalhos pastorais e missionários. Os leigos atuam na catequese, na liturgia, nos ministérios de música, nas obras de caridade e nas diversas pastorais e movimentos religiosos.
Nossa Diocese de Bagé realiza, no quarto domingo, a jornada catequética. Um dia para louvar e agradecer o trabalho de inúmeras pessoas que se dedicam incansavelmente nos trabalhos da Igreja. Os catequistas são, por vocação e missão, os grandes promotores da fé na comunidade cristã preparando crianças, jovens e adultos não só para os sacramentos, mas também para darem testemunho de Cristo e do Evangelho no mundo. Rezemos pelas vocações! Paz e Bem!
 

Deixe sua opinião