Oz, Mágico e Poderoso (EUA-2013)
Publicado em 26/04/2013

Ricardo Beleza

E-mail:
Cidade: Bagé / RS
Jornalista e crítico de cinema
Ricardo Beleza

Fantasia com aventura e ação dirigida por Sam Raimi

Foto: Divulgação/FS

Oscar Diggs (James Franco) está se apresentando no Kansas junto a um circo decadente no começo do século passado. Seu show de mágica é bom, mas a atitude negativa do mágico mulherengo atrai confusões de todos os lados. Em uma dessas confusões, ele se vê obrigado a fugir as pressas em um balão e acaba entrando em um tornado que o leva direto ao mundo de Oz. Logo na chegada, ele encontra a bruxa Theodora (Mila Kunis), que o deixa a par de uma profecia que fala sobre um mágico que viria a Oz, derrotaria uma bruxa má e herdaria o trono da cidade de Esmeralda junto a todo seu tesouro. Esse filme é uma preliminar do clássico “O mágico de Oz”. Ele mostra como o Oscar Diggs se torna o poderoso mágico. Achei bem legal, alguns clichês, é claro, como todo o blockbuster hollywoodiano que se baseia em padrões que dão certo, mas que já foram vistos dezenas de vezes em outros filmes. Como o clássico de 1939, o longa-metragem começa em preto e branco e, quando chega ao mundo encantado de Oz, tudo fica colorido. O filme não tem tantos números musicais como o antigo, na verdade acho que só vi um número musical. Michelle Williams no papel de Glinda está muito bem e Mila Kunis idem, destaque também para Rachel Weisz como a bruxa Evanora. A direção de Sam Raimi é como sempre bem competente e com o apoio da Disney e seus milhões conseguiram fazer um bom entretenimento para a família, principalmente para as crianças sedentas por fantasia, cores e finais felizes.

Deixe sua opinião