Elis – Brasil – (2016)
Publicado em 23/12/2016

Ricardo Beleza

E-mail:
Cidade: Bagé / RS
Jornalista e crítico de cinema
Ricardo Beleza

Drama biográfico com muita música boa, dirigido por Hugo Prata

    A gaúcha Elis Regina (Andreia Horta) chega ao Rio de Janeiro com seu pai para tentar ser contratada por uma gravadora. A partir daí, começa a epopeia da cantora que se tornaria um ícone da MPB. Cinebiografia tradicional que destaca os pontos altos da carreira da artista. Com um excelente figurino regido por Cristina Camargo e uma atuação inspirada e mimética de Andreia Horta. Gostei muito do acabamento técnico do filme, o som e a imagem são de altíssima qualidade, coisa razoavelmente nova para o cinema brasileiro. A fotografia de Adrian Teijido tem seus pontos altos na paisagem da casa de Elis e Bôscoli, no Rio, e na vista do restaurante do edifício Copan em São Paulo. O diretor de produção, Wellington Pingo, desenterrou uns ônibus sessenteiros que, no filme, estão com aspecto de novos, uma trabalheira que rendeu somente uma cena de despedida. O arranjador e compositor Otávio de Moraes fez um trabalho caprichado, todas as músicas do filme estão nota 10. O porém do roteiro é que a parte pesada das drogas não é mostrada. No elenco principal temos ainda: Gustavo Machado (Ronaldo Bôscoli), Caco Ciocler (César Camargo Mariano), Zécarlos Machado (Romeu), Lúcio Mauro Filho (Miéle) e Júlio Andrade (Lennie Dale).
Um feliz Natal e um grande abraço a todos.

Deixe sua opinião