Corra! – EUA – (2017)
Publicado em 18/11/2017

Ricardo Beleza

E-mail:
Cidade: Bagé / RS
Jornalista e crítico de cinema
Ricardo Beleza

Foto: Divulgação/FS

Suspense dirigido pelo comediante Jordan Peele.
Um jovem com ascendência afro-americana viaja, com a namorada caucasiana, para o interior a fim de conhecer a família da consorte. Peguem o clássico filme sessentista “Adivinhe Quem Vem Para Jantar” e misturem com uma sci-fi de baixo orçamento dos anos cinquenta e “voilà” a receita estranhamente genial deste filme. Discutir sobre a fobia étnica e o preconceito racial na América do Norte deixou de ser um tabu no cinema há muito tempo, contudo, ainda existem remanescentes do utópico discurso da supremacia branca que ainda sentem-se desconfortáveis quando esse assunto vem à tona. Todo o tipo de medo ou ódio tende a desequilibrar uma vida saudável e é notório que pode causar até doenças com origem psicossomática. Sabendo disso, Jordan Peele relembra, mais uma vez, nessa produção despretensiosa, embora altamente didática, que o racismo faz mal para ambas as faces da moeda. Alguém já disse que para julgar o próximo, é preciso calçar os seus sapatos, bem, nesse caso, calçamos os “adidas” de um rapaz alto astral que se enamorou de uma linda jovem, e por isso vai ter que experimentar, a contragosto, na pele e principalmente na mente, o ranço escravagista e obsoleto da cultura do ódio de uma forma inusitada. Nesta experiência empática, o diretor Jordan Peele consegue chegar aonde se propôs demonstrando que quem coloca uma amizade em risco, ensinando um ser humano a ter aversão ao outro, mais cedo ou mais tarde colherá em dose “cavalar” o que semeou erroneamente... Nas atuações quem se destaca é a atriz Catherine Keener que despontou no excelente “Quero Ser John Malkovich” de 1999. A jovem Allison Williams chega junto e sem medo, seduzindo a câmera e também o protagonista Chris Washington (interpretado pelo britânico Daniel Kaluuya), com seu charme bem dosado que dá vida à personagem “Rose Armitage”. Um abraço a todos.

Deixe sua opinião