No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Chappie - EUA, México (2015)
Publicado em 28/08/2015

Ricardo Beleza

E-mail:
Cidade: Bagé / RS
Jornalista e crítico de cinema
Ricardo Beleza

Ficção científica com ação e drama dirigida por Neill Blomkamp

Foto: Alicia Ibañes/Especial FS

Em 2016, Joanesburgo, a maior cidade da África do Sul, resolve implantar robôs na sua tropa policial, para evitar a corrupção e mortes desnecessárias. O responsável pela criação da tropa androide é o dr. Deon Wilson (Dev Patel), que, não contente, resolve fazer uma experiência de consciência artificial em um robô avariado que iria para o desmanche.
Um trio de gângsteres chefiados por Ninja (Ninja) acaba interceptando e sequestrando Deon e sua nova experiência, que é batizada, pela comparsa e namorada de Ninja, Yo-Landi (Yo-Landi Vi$$er), de Chappie (Sharlto Copley-captura da voz e do movimento). A partir daí, a consciência, recém-nascida do autômato, começa a ser educada pelo doutor e pelos bandidos.
De longe, o melhor filme a que assisti este ano. O diretor de Distrito 9 (2009), roteiriza, em parceria com sua mulher, Terri Tatchell, a história de inteligência artificial mais humana que já vi, fazendo uma crítica muito inteligente a nossa sociedade global atual. Além disso, os efeitos digitais, que dão animação a Chappie e todo o resto dos robôs, são os mais realistas que já vi. Distanciando-se do resto que estamos acostumados a ver nos blockbusters hollywoodianos. A música de Hans Zimmer segue muito competente e vem acompanhada, na trilha sonora, da explosiva banda de hip hop alternativo rave, Zef, sul- africano “Die Antwoord”. Inclusive quem acabou se dando bem na atuaçãoé exatamente a dupla de cantores e compositores desse grupo, os agora atores: Ninja e Yo-Landi.
No elenco principal temos ainda: Sigourney Weaver e Hugh Jackman.
A coluna de hoje vai para o amigo e publicitário Guilherme Nonticuri, que é o maior colaborador deste espaço, indicando sempre filmes de alto nível. Um ótimo fim de semana a todos.

Deixe sua opinião