No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Coluna Social 84004
Publicado em 27/05/2019

Marcos Pintos

Cidade: Bagé / RS
Colunista social - Paralelo MP
Marcos Pintos

Paralelo MP

Foto: -

Em família: Ana Celina e Pico Lacerda orgulhosos, junto às filhas Ana e Cecília, na apresentação da "Animais", pet shop de excelência apresentada no último sábado

“Educação: a mais nobre aquisição da alma. Após adquiri-la, damos acesso a todas as demais manifestações inatas do divino que há em nós”
 
Visão ampla do existir
A frase de abertura da coluna nasce da observação. Educação, em acepção aberta, vai além do que possamos adquirir em casa, nas escolas ou academias. Educação, caríssimos, é uma conquista; trabalho de esforço em direção ao divino que há em nós através da prática cotidiana. Saber calar diante da maledicência, educação. Saber interpretar o pedido de socorro de um amigo em silêncio, educação. Compreender a grandeza das manifestações naturais pelo bem da harmonia universal – estejam elas em um dia de sol, na chuva ou mesmo no oxigênio que respiramos –, educação. Educação dos sentimentos. Refinamento da alma. Observem: quando uma pessoa verdadeiramente educada, aquela que navega em busca da verdade, que trabalha suas mazelas vencendo a si mesma, detém certo magnetismo impossível de não se fazer perceber. Tal pessoa torna-se encantadora. Apaixonante. Exemplo a todos os demais que ainda jazem nas masmorras da grosseria. Interessante, para tal ser humano, tudo flui. As portas da vida se abrem. Dificuldades se diluem diante da beleza essencial refletida em atitudes. Deus não fez distinção entre os homens ao criá-los. Todos nascemos simples e ignorantes tendo em mãos o livre arbítrio para caminharmos lenta ou rapidamente em direção a Ele. Podemos escolher. Essa, a mais linda verdade da vida efêmera na qual estamos momentaneamente imersos. Digo “momentaneamente” porque, após termos vencido a ignorância, estaremos aptos a não mais passarmos por provas e expiações, reflexos de atitudes equivocadas que nos impedem a visualização do sagrado. Neste início de semana, o convite: trabalhemos por tal conquista.

Deixe sua opinião