No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Coluna Social 81898
Publicado em 13/03/2019

Marcos Pintos

Cidade: Bagé / RS
Colunista social - Paralelo MP
Marcos Pintos

Paralelo MP

Foto: -

Lucas Saliba de Souza

“Em um mundo de valores invertidos, a presença de pessoas de nobreza moral/espiritual em nossas vidas torna-se benção”.
Dedicado à Helena Blanco
MP
 
Salibas em grande estilo
Alunos da 88ª turma de Direito da Urcamp colam grau na próxima sexta-feira, 15, em cerimônia às 19h. Como palco, a Associação e Sindicato Rural de Bagé. No casting, dupla querida das páginas paralelas, Lucas Saliba de Souza e Állef Brasil Saliba. Após a solenidade, os filhos de Elizabete Saliba de Souza e João Honor de Souza; Isolda Brasil e João Oliver Saliba receberão 300 convidados em festa na boate Gabana. Olga Rochinhas assina o decór e a competente Josi Cantarelli o serviço gastronômico. Tendência que veio para ficar, a recepção acontece em dois atos: primeiro, jantar, às 22h, para familiares e amigos próximos; na sequência, à meia-noite, começam a chegar nomes conhecidos de várias turmas dando start à balada comandada por DJ Enevax. No palco, Renê Pacheco + Kadinho & Banda. Fiquem certos, a recepção dos primos Saliba será... Um estouro! Cenas para os próximos capítulos...
 
Literatura sem fronteira 
Considerado o mais badalado Yacht Club da República Oriental, o de Punta del Este foi escolhido por Greice Martins para o lançamento do seu último livro, “Selayê”. Trata-se de publicação trilíngue, editada em português, inglês e espanhol, com narrativa forjada ao estilo conto. “Leve, o livro é de fácil entendimento. Sente-se a presença da poesia, mesmo quando se expresse somente em prosa. Consegue envolver o leitor, conduzindo a imaginar até o que não chegou a ser escrito. A autora é cidadã do mundo. Seu texto, tecido pela bela arquitetura de suas palavras, leva os leitores a sentirem o mundo que tão bem conhece, mas não consegue esconder o sabor do churrasco, nem o amargo do chimarrão escondidos nos termos gauchescos, sempre utilizados de forma ponderada e oportuna”, avalia a presidente da Academia Pelotense de Letras, Zênia de Leon, acerca da obra. #Bravo!
 
Vida e entrega: Helena do Pampa
Matriarca da família Blanco de Blanco, Justina Helena Hanschewske Rüting Blanco de Blanco, ou simplesmente “Vó Lena” – como é chamada, carinhosamente pelas dezenas de netos e bisnetos – celebrou as 82 primaveras cercada pelos afetos, sábado, 9, na Minuano – estância histórica, berço dos Blanco, no querido Aceguá. Vale lembrar que, a data natalícia foi 8 de março, ou seja, Dia Internacional da Mulher. E em que mulher estamos falando... Ao lado do gentleman Tancredo Blanco constituiu família composta por seres especiais, criaturas humanas leves, educadas para a fé em alicerces de ética e bondade. Me reporto ao Minuano para contar-lhes uma das mais belas cenas que presenciei na querência: tia Helena saindo de sua casa, em silêncio, abrindo a cancela em direção ao parapeito... Na mão direita, o terço; ao seu redor, anjos. Imerso no lúdico de tão admirável momento, “das casas”, pensei: “os olhos dela são do mesmo tom de azul do céu do Pampa”. Outra cena comovente – para não dizer de romantismo imensurável – podia ser admirada quando tio Quedo, no mesmo horário, a pegava pela mão saindo a caminhar na direção do crepúsculo. Passos lentos; brisa leve e o beijo do amor verdadeiro...

Deixe sua opinião