No Ar
Folha do Sul
Web Rádio

Coluna Social 81758
Publicado em 08/03/2019

Marcos Pintos

Cidade: Bagé / RS
Colunista social - Paralelo MP
Marcos Pintos

Paralelo MP

Foto: -

Hélio Tavares Neto, Eduardo Suñé, Fernando Tavares e Frederico Tavares escolheram La Paloma, Uruguai, para curtir o carnaval

“Não espere dos outros a paz que reside dentro de você. Para senti-la, guie-se pela sabedoria escrita na consciência”.
MP
 
Março: mês da transição – e dos piscianos!
Passado o carnaval, a coluna volta a ser escrita da sua base numa ensolarada e energizante manhã de céu azul. Não sei quanto a vocês, mas, para mim, março é especial – a magia da transição do calor escaldante para a neutralidade da meia-estação mostra a sabedoria da natureza em todo o seu esplendor. Claro, alguns devem pensar: “lógico, ele é filho de março”. E sou mesmo. Muitos não acreditam, outros acreditam sem dar muita importância. No meu caso, sendo nativo de Peixes, muitas características descritas por especialistas em astrologia fecham na mosca, me fazendo acreditar. Regido por Netuno – deus romano do mar, equivalente a Poseidon da Antiga Grécia –, o típico pisciano é apaixonado pelas águas, estejam elas fluindo na sanga ou alimentando as correntes marinhas – lembram do temporal que peguei no Mar Báltico, indo da Suécia para a Finlândia?! Somente eu consegui curtir num navio com mais de mil pessoas. Vixe! Piscianos também agem como “esponja”, ou seja, absorvem as energias dos lugares e das pessoas com grande facilidade, conectando-se aos diferentes mundos – sejam eles movidos a energias positivas ou negativas. E o sofrimento?! “Reunir as dores do mundo e entregá-las a Deus é sua missão”, dizem os especialistas. E pode ser mesmo, porque, digo a vocês, é bem capaz de uma pessoa começar a chorar perto do mim, eu chorar junto, a pessoa parar, e eu continuar emocionado – acreditem, isso é mais comum do que vocês pensam. E mudar de ideia?! Meus amigos ficam de cara! Porque, num minuto, estou de malas prontas rumo a “Marte”; no seguinte, mudo totalmente a rota para “Júpiter”. Meu jeitinho pisciano de existir. No amor?! Ah! Sério! Sou um – e conheço outros tantos nativos que o são – apaixonado pelo mundo. Não consigo, ainda pelo menos, me vincular a uma pessoa apenas, tendo dentro de mim uma bomba de amor para distribuir a tudo que há no céu e abaixo dele. Viram, esse é o pisciano nato: começa a divagar e não para mais. Vou me deter por aqui seguro de ter me apresentado um pouquinho mais a todos vocês que, atenciosamente, me acompanham. Namastê!
 
Boda 
Miriam Akagi promete encantar à frente da produção decorativa do sim que movimenta a cidade neste sábado, 9 de março. Para o casamento de Anna Laura Caminha Corrêa e Édson Machado Bidone, Miriam usará lírios orientais, alstroemérias e bocas de leão em tons de rosa + laranja + verde + detalhes amarelos. Os filhos de Maira Belkis Caminha Corrêa e Leonardo Bruno Corrêa; Sandra Mara Machado Bidone e Mário Luís Bidone adentrarão a nave da Igreja Auxiliadora ao pôr do sol – 19h30min – onde farão os votos diante do sempre inspirado frei Álvaro Bordignon. Em seguida, receberão 300 convidados, no Cantegril Clube, com cerimonial orquestrado por Vanessa Gonçalves, serviço Cliff Buffet com suporte de louças César & Greice Pereira e mesa de doces by Neisa Budó. Tanto a igreja quanto o clube serão banhados pelas luzes mágicas de Fabrício Leal. A estilista escolhida para assinar o vestido da noiva foi Solaine Picolli. #Felicidades!
 
Sob nova direção
Há cinco anos, nascia em Bagé a LolliCreative, brinquedoteca fundada por Daiane Cougo Coradini em alicerces de excelência. Seguindo o coração no momento em que espera o segundo filho, Pedro, Daiane inicia novo ciclo passando o comando da Lolly à Mariana Fleytas Ruas. Para a alegria dos pais – e principalmente dos pequenos – a nova proprietária manterá o competente quadro de funcionários, ou seja, a Lolli continua a pleno vapor nos moldes que a tornaram case de sucesso. À Daiane e Mariana, felicidades e bênçãos nos respectivos ciclos iniciados.
 
Tempo de Quaresma
O papa Francisco presidiu a missa de “Imposição das Cinzas”, quarta-feira, 6, na Basílica de Santa Sabina, no bairro Aventino, em Roma, dando início ao tempo de Quaresma.  Antes da cerimônia, o pontífice guiou a procissão penitencial com início na histórica Igreja de Santo Anselmo, no Aventino, até Santa Sabina. “A Quaresma é o tempo para reencontrarmos a rota da vida. Com efeito, no caminho da existência, como em todos os caminhos, aquilo que verdadeiramente conta é não perder de vista a meta”, proclamou. Francisco convidou cada um de nós a fazer-se algumas perguntas: “No caminho, procuro a rota ou contento-me em viver o dia a dia, pensando apenas em sentir-me bem; resolver problemas e divertir-me? Qual é a rota? Não é para isso, apenas, que estamos no mundo. ‘Voltem para Mim, diz o Senhor’. O Senhor é a meta da nossa viagem terrena. A rota deve ser ajustada na direção d’Ele”, disse o papa, com a inspiração que acelera corações e transforma vidas...

Deixe sua opinião